"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 30 de outubro de 2010

Conhecendo os Vampiros


CONHECENDO OS VAMPIROS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

O termo vampiro é usado com dois significados muito diferentes, a saber:
1. Mitologia. Vampiros são entidades fantásticas de diversas mitologias, que saem das sepulturas para sugar o sangue dos seres vivos. São talvez os monstros mais conhecidos da história da humanidade, presentes nas lendas e nos romances em todos os países e todos os períodos da história.
Existem dezenas de definições e explicações para seus poderes: pessoas mortas que andam, falam e sugam o sangue dos mortais, maldição dos deuses, castigo divino, etc.
Pode-se dizer que os vampiros passaram a existir na Terra em 3.000 a.C., na região da Babilônia. As primeiras lendas diziam respeito a espíritos maléficos que encarnavam nos corpos de pessoas escolhidas, dando a eles força e poderes sobrenaturais.
2. Zoologia. Na América do Sul, é o nome que se dá aos morcegos da família Filostomídeos, que se nutrem de sangue ( morcegos hematófagos ). Atingem 75 cm de envergadura, sugam o sangue dos animais e, às vezes, do homem, durante o sono de suas vítimas, sem lhes causar nenhuma dor. A quantidade de sangue que retiram é mínima, mas podem transmitir a raiva.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Conhecendo a Lenda do Unicórnio

CONHECENDO A LENDA DO UNICÓRNIO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

O unicórnio é uma criatura do folclore medieval. É descrito como um cavalo branco com barba de bode e um chifre no meio da testa, capaz de feitos mágicos. O chifre é dourado ou prateado e espiralado.
Supõe-se que a lenda do unicórnio tenha se originado dos primeiros relatos a respeito do rinoceronte. Eles foram mencionados pela primeira vez em 400 a. C. pelo grego Cresias, que afirmou que esses seres com um chifre na testa viviam na Índia e possuíam atributos mágicos.
Há duas lendas medievais sobre o unicórnio. Uma delas diz que seu chifre possui poderes mágicos, Conta-se que certa vez os animais de uma floresta reuniram-se ao redor de um lago que estava envenenado e não conseguiam beber daquela água. Então apareceu o unicórnio, tocou a água com o seu chifre mágico e a água tornou-se potável novamente.
Outra lenda conta que somente uma virgem seria capaz de montar um unicórnio, tamanha era a sua pureza.

Conhecendo a História de Drácula

CONHECENDO A HISTÓRIA DE DRÁCULA
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Conde Drácula é um personagem da história medieval, ou melhor, do livro do escritor inglês Bram Stoker. Supõe-se que foi inspirado no personagem histórico príncipe Vlades Tepes ( Vlad lll ), que nasceu na Transilvânia em 1.431 e governou o território que hoje corresponde à Romênia. Nessa época, a Romênia estava dividida entre o mundo cristão e o mundo muçulmano.
Vlad lll ficou conhecido pela perversidade com que tratava seus inimigos. Embora não fosse um vampiro, sua crueldade alimentava o imaginário da população, de modo que logo passou a ser considerado como um vampiro.
O pai de Vld lll, Vlad ll, era membro de uma sociedade cristã chamada Ordem do Dragão, criada por nobres da região para defender o território contra a invasão dos turcos.
Dragão em romeno é Dracula, a mesma palavra usada para " demônio ". O sufixo " a " significa filho, em romeno. Assim, Vlad lll, filho de Drácula, passou a ser chamado de Drácula, o filho do dragão.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Feliz Aniversário Voinho!!!

FELIZ ANIVERSÁRIO VOINHO!!! Salve 25 de outubro!

Nós te amamos Voinho!!!
Voinho e os quatro filhos: Geraldo Júnior, Ivana Maria, Maria Graziela e Maria Fernanda

Bisnetinhas ajudando o Voinho a apagar as velinhas

Voinho entre alguns dos filhos e netos

Karla, Geraldo Júnior, Voinho e Talita

Um coração para o Voinho



domingo, 24 de outubro de 2010

Curiosidades Geográficas


(Krakatoa)
CURIOSIDADES GEOGRÁFICAS – 5
Geraldo Victorino de França (Voinho)

a) As Ilhas Hawaí são um arquipélago situado no meio do Oceano Pacífico e que constituem um estado dos Estados Unidos. Suas origens estão ligadas a erupções vulcânicas da plataforma submarina. As ilhas do arquipélago correspondem aos cones emersos de uma cadeia de vulcões.
b) O Krakatoa, um vulcão situado numa pequena ilha entre Sumatra e Java, é um vulcão do tipo explosivo, isto é, o material expelido consiste principalmente de gases misturados com cinza, sem derramamento de lava. Em 1.883, entrou em violenta erupção que eliminou todas as formas de vida da pequena ilha.
c) Tomando como referência o nível do mar, o ponto culminante da crosta terrestre é o pico do Everest, localizado na Cordilheira do Himalaia, na Ásia Central, com 8.880 metros de altitude. Por outro lado, a fossa submarina mais profunda fica no Oceano Pacífico, à leste da Ilha de Mindanao, nas Filipinas, que atinge 11.200 metros de profundidade.
d) O Mar Cáspio é um mar fechado ( sem comunicação com o oceano ), localizado na região fronteiriça entre Rússia, Irã e Casaquistão. Apesar de ser um dos maiores mares fechados e receber as águas de grandes rios como o Volga, vem diminuindo paulatinamente, em consequência de forte evaporação

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Curiosidades Geográficas

(Grand Canyon)
CURIOSIDADES GEOGRÁFICAS – 4

Geraldo Victorino de França (Voinho)

a) " Grandes Lagos " é o nome dado à extensa área lacustre localizada no centro-les-
te da América do Norte, na região fronteiriça entre os Estados Unidos e o Canadá. É constituída por nada menos de 5 grandes lagos interligados: Superior, Michigan, Hudson, Erie e Ontário.
b) O " Grand Canyon " é uma das maravilhas criadas pela natureza, localizado no Planalto do Colorado, a noroeste do estado do Arizona ( Estados Unidos ). Trata-se do mais grandioso exemplo de garganta escavada pelo Rio Colorado. É um vale profundo que se estende por 350 km, chegando a ter 29 km na sua parte mais larga e 1.500 m de profundidade média. Transportando 500.000 toneladas de terra por ano, o rio vem escavando formas espetaculares de erosão.
c) Considerando a Austrália como continente, a maior ilha do mundo é a Groenlândia, com cerca de 2.175.600 quilômetros quadrados. É cortada pelo Círculo Polar Ártico e cercada pelo Oceano Glacial Ártico ao norte e pelo Oceano Atlântico ao sul.
d) A maior ilha fluvial do Brasil é a Ilha de Bananal, formada por uma bifurcação do Rio Araguaia, no Estado de Goiás. Estende-se por 320 km no sentido N - S e mede, em seu trecho mais largo, 70 km no sentido E - O.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Curiosidades do Reino Animal


CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL -4
Geraldo Victorino de França (Voinho)

a) O maior ovo é o do avestruz, que mede 15 - 20 cm e pesa 1,2 kg, equivalente a duas dúzias de ovos de galinha; enquanto o menor ovo é o do beija-flor, com 1,2 cm.
b) As cobras comem a cada 15 dias, em média. Elas demoram todo esse tempo para comer de novo porque a sua digestão é muito lenta, já que elas engolem suas presas inteiras,sem mastigar.
c) Conforme a espécie, uma lacraia ou centopéia tem de 28 a 354 patinhas!
d) Testes feitos por cientistas com diversos animais, mostram que o chimpanzé e o golfinho são os mais inteligentes.
e) O falcão voa bem alto e possui excelente visão. Quando ele avista uma presa, se lança sobre ela num vôo tão rápido que chega a atingir 300 km/hora!
f) As formigas-correição são conhecidas por saírem de seu ninho em bandos enormes, que caminham em fileira, atacando e devorando todos os pequenos animais que encontram, tais como: lagartas, lesmas, grilos, baratas, aranhas, escorpiões, etc.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Conhecendo Simbiose e Parasitismo

CONHECENDO SIMBIOSE E PARASITISMO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Do grego " syn " = junto e " bios " = vida, é um termo usado para designar a vida em comum de duas plantas, ou de uma planta e um animal. Neste tipo de associação, também chamado mutualismo, os organismos que dela participam são chamados simbiontes e, ao contrário do parasitismo, se beneficiam mutuamente,
O exemplo clássico é representado pelos liquens, que são uma associação de um
fungo com uma alga, para formar um novo ser simbiótico.
Outro exemplo é o das bactérias do gênero Rhizobium, que vivem em simbiose nas raízes das plantas da família Leguminosas e são responsáveis pela fixação biológica do nitrogênio atmosférico, elemento necessário à nutrição das plantas.
Por outro lado, parasita ( do grego" para " = sobre e " sitos " = comida ) é o nome dado ao organismo que vive associado a outro ser vivo, de espécie diferente, denominado hospedeiro, do qual depende para retirar o seu alimento - seiva das plantas ou sangue dos animais.
O parasitismo pode ocorrer tanto entre vegetais como entre animais. No caso dos vegetais, os parasitas são plantas heterótrofas, isto é, incapazes de realizar a fotossíntese, ou seja, de produzir compostos orgânicos a partir de inorgânicos; portanto, devem recebê-los de outras plantas capazes dessa função ( plantas autótrofas ).
As plantas parasitas desenvolvem haustórios, isto é, raízes sugadoras, que penetram nos tecidos das plantas parasitadas, chamadas plantas hospedeiras, dela retirando os elementos que necessitam. É uma situação diferente da planta heterótrofa que obtém seu alimento de organismos mortos e que é chamada saprófita; e contrapõem-se à simbiose, pelo fato de a parasita prejudicar a hospedeira.
Como exemplo de parasita entre os vegetais,pode ser citado o cipó-chumbo. As ferrugens do cafeeiro e da cana-de-açúcar são causadas por fungos que parasitam essas plantas. Como exemplos de parasitas entre os animais, podem ser citados: protozoários, vermes, pulgas, carrapatos, etc.

domingo, 17 de outubro de 2010

Conhecendo as Rochas

CONHECENDO AS ROCHAS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Vulgarmente chamadas pedras, as rochas são agregados naturais, compactos e duros, encontrados na crosta terrestre e formados pela associação de um ou mais minerais. Quando constituídas por um único mineral, são chamadas rochas simples, como por exemplo o quartzito, formado praticamente só de grãos de quartzo. Quando constituídas por dois ou mais minerais são chamadas rochas compostas, como por exemplo o granito, formado por uma associação de quartzo, feldspato e mica.
De acordo com a sua origem, as rochas são classificadas em três grupos: a) ígneas ou magmáticas; b) metamórficas; c) sedimentares.
A. Rochas ígneas ou magmáticas. São originadas quando o magma irrompe na superfície e depois esfria, solidificando-se. Subdividem-se em? a) rochas intrusivas ou plutônicas, se o magma se solidificou lentamente, a uma certa profundidade; b) rochas extrusivas ou vulcânicas, quando o magma extravasou, como lava, sobre a superfície do solo, solidificando-se rapidamente.
Como exemplos de rochas intrusivas podem ser citados o granito e o diorito; como exemplos de rochas vulcânicas, o basalto e o gabro.
B. Rochas metamórficas. São as que se formam a partir de outras rochas ( ígneas
ou sedimentares ),por metamorfismo, ou seja, por efeito de alta temperatura e/ou alta pressão com o auxílio de água e outros agentes químicos. Como exemplos, podem ser citados: gnaisse, x isto e mármore.
C. Rochas sedimentares. Derivam do intemperismo ( desagregação e decomposição ) de rochas preexistentes; o material resultante é transportado e depositado pela água, vento ou gelo. Geralmente são estratificadas (depositadas em sucessivas camadas ). Como exemplos podem ser citados: arenito, folhelho, calcário.
D. Importância. Além de constituírem o material de origem dos solos, as rochas
são utilizadas principalmente como material de construção e como um importante componente do concreto ( pedra britada ).

sábado, 16 de outubro de 2010

Curiosidades do Reino Animal

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
Geraldo Victorino de França (Voinho)

a) Os dois únicos mamíferos ovíparos, isto é, que botam ovos, são o ornitorrinco e a equidna, os quais vivem exclusivamente na Austrália.
b) Outro animal exclusivo da fauna australiana é o casuar, uma ave corredora, com asas curtas e patas fortes, semelhante ao avestruz.
c) A preguiça é um mamífero curioso, que tem o corpo coberto por pelos grossos e
longos, que vive nas matas, movimentando-se nas árvores muito lentamente ( daí o seu nome ). Dorme de dia e movimenta-se à noite, alimentando-se de folhas das árvores.
d) Os morcegos são os únicos mamíferos que voam. Eles não são cegos, embora tenham dificuldade de enxergar e tenham hábitos noturnos. Eles usam o nariz para emitir ultrassons que os ajudam a detectar obstáculos em sua trajetória. Essas vibrações atingem os objetos e voltam em sua direção, permitindo avaliar o seu tamanho e localização.
e) O pica-pau é uma ave com ouvido muito apurado, que consegue localizar as larvas de insetos dentro do tronco e galhos das árvores. Então fura a árvore no ponto certo, dando repetidas bicadas e abrindo um buraco, que lhe permite introduzir a língua e apanhar a larva.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia do Professor - 15 de outubro

Hoje é dia de render homenagens aos professores, e nada mais justo do que o Blog do Voinho homenagear a professora Zilda , a voinha, com esta linda foto no dia de sua formatura na Escola Normal Sud Mennucci.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Conhecendo a Caatinga

CONHECENDO A CAATINGA
Geraldo Victorino de França (Voinho)

A caatinga ( do tupi " kaa " = mata; e" tinga " = branca ) é um tipo de vegetação natural característico das regiões semi-áridas do Nordeste Brasileiro que envolvem diversas formações vegetais, desde a mata decídua ( caatinga alta ) até a estepe de arbustos espinhentos e espaçados ( caatinga baixa ). Suas árvores e arbustos são, em geral, providos de folhas miúdas, que caem na estiagem, e predominantemente armados de espinhos.
Grande é a sua correlação com o clima, ao qual se deve atribuir a maior parte das
características que apresentam. Em quase toda a área da caatinga, ocorre o clima quente e se-mi-árido Bsh, da classificação de Köppen. Assim, a estação seca prolongada é responsável pela perda total das folhas de muitas espécies vegetais, tais como: barriguda, jurema, faveleiro, aroeira, angico, oiticica, pinhão-bravo, etc. O juazeiro é o único que não perde as folhas.
Nas partes mais secas da caatinga ocorrem plantas de caráter xeromorfo (adaptadas à vida em ambiente seco ), como Cactáceas e Bromeliáceas. Dentre as Cactáceas destacam-se o mandacaru, o facheiro, o xique-xique e a coroa-de-frade. Entre as Bromeliáceas cabe destaque para o ananás, a macambira e o gravatá.
A fauna da caatinga é rica em aves, como papagaio, periquito, ema, etc.; e entre os répteis, destacam-se a cascavel, a iguana e o camaleão.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Conhecendo as mudanças de nomes

CONHECENDO AS MUDANÇAS DE NOME
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Ao longo da história, vários países e cidades mudaram de nome. Vejamos alguns exemplos:
a) PAÍSES
Nome antigo Nome atual

Abissínia Etiópia
Birmânia Mianma
Costa do Ouro Gana
Daomé Benin
Honduras Britânica Belize
Indochina Vietnã
Pérsia Irã
Sião Tailândia
Tanganica Zanzibar Tanzânia

b) CIDADES

Christiana Oslo ( Noruega )
Guidanski Danzig ( Polônia )
Nanjing Nanquim ( China )
Nova Amsterdã Nova York ( Estados Unidos )
Pequim Beijing ( China )
Tenochtitián Cidade do México
Yedo Tóquio ( Japão )

domingo, 10 de outubro de 2010

Conhecendo os Artrópodes

CONHECENDO OS ARTRÓPODES
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Os Artrópodes são animais invertebrados com duas características fundamentais:
corpo dividido em segmentos e patas articuladas. É o maior ramo do reino animal, contando
mais de 1 milhão de espécies, ou seja, mais de 80% das espécies animais conhecidas.
Compreendem principalmente os seguintes grupos: a) aracnídeos; b) miriápodes; c) crustáceos; d) insetos. Os insetos constituem a classe mais numerosa, com cerca de 800.000 espécies.
1. Aracnídeos. Depois dos insetos, é o maior grupo de artrópodes, compreendendo: aranhas, escorpiões, carrapatos e opiliões. Possuem o corpo dividido em cefalotórax e abdome, com 4 pares de patas.
2. Miriápodes. O corpo é dividido em cabeça e tronco, este com vários segmentos, cada um provido de 1 ou 2 pares de patas.
Compreende as lacraias ou centopéias e os piolhos-de-cobra.
3. Crustáceos. Possuem o corpo dividido em cabeça e cauda ou cefalotórax, a
cabeça com 2 pares de antenas ( os insetos têm somente 1 par ). A maioria é de ambiente marinho, alguns são de água doce e poucos são terrestres. Exemplos: caranguejo, lagoste, camarão, craca, krill, etc.
4. Insetos. São artrópodes com o corpo dividido em 3 partes: cabeça, tórax e abdome, possuindo 1 par de antenas e 3 pares de patas ( hexápodes ). Podem ser úteis como a abelha e o bicho-da-seda, mas a maioria constitui pragas das plantas cultivadas, como a saúva, o gafanhoto e larvas; ou nocivos ao homem, como o pernilongo e a pulga.
Do ponto de vista médico, os artrópodes constituem importantes agentes causadores de doenças ou picadas doloridas. Dentre os causadores de doenças podem ser citados: sarna, pulga, bicho-do-pé, barbeiro ou chupança, percevejo, mosca e mosquito. Dentre os causadores de picadas perigosas destacam-se: aranha, escorpião, centopéia, vespa, abelha e marimbondo.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Conhecendo a flora da América do Sul

CONHECENDO A FLORA DA AMÉRICA DO SUL
Geraldo Victorino de França (Voinho)

A vegetação natural da América do Sul é bem complexa, abrangendo diferentes tipos, a saber:
1. Floresta Amazônica. Devido ao clima quente e úmido, toda a Bacia Amazônica
e as Guianas estão cobertas por uma floresta tropical densa e sempre verde, onde predominam árvores latifoliadas ( de folhas largas ); ocorrem também palmeiras, lianas ou cipós e epífitas. Além de árvores que fornecem madeira, como o mogno, destacam-se a seringueira e o cacaueiro.
2. Mata Atlântica. Formação florestal que se estende por uma faixa costeira, desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, com maior expressão nas Serras do Mar e da Mantiqueira. Trata-se de área com alta pluviosidade, de modo que as árvores são frondosas e perenifólias ( de folhas perenes ), geralmente acompanhadas por palmeiras e epífitas.
3. Cerrado. Tipo de vegetação que recobre o Planalto Central do Brasil, com clima quente e seca prolongada, constituída por uma cobertura descontínua de gramíneas, acompanhada por tufos de pequenas árvores e arbustos com tronco e galhos tortuosos, tais como: barba-timão, pau-terra, lixeira, etc. juntamente com barba-de-bode e a palmeirinha sem caule indaiá.
4. Caatinga. Formação vegetal que ocorre no Nordeste Brasileiro, de clima semi-árido, constituída principalmente por espécies caducifólias ( que perdem as folhas na estação seca ) e que se acham mais ou menos dispersas sobre um solo raso e pedregoso. Cactáceas, Bromeliáceas e outras plantas xerófitas ( adaptadas a ambientes secos ) também ocorrem freqüentemente.
5. Floresta Andina. Uma vegetação florestal menos exuberante recobre a parte tropical das vertentes dos Andes e que, à medida que aumenta a altitude, dá lugar a coníferas, depois arbustos e, finalmente a campos, ricos em espécies xerófitas.
Na parte temperada, mais ao sul, ocorre uma formação florestal com araucárias ( pinheiros ), bétulas, epífitas, etc.
6. Campos. Tipo de vegetação caracterizado pela presença de gramíneas baixas que formam uma cobertura ora contínua, ora espaçada ( tufos ), podendo ocorrer pequenos arbustos e raras árvores. Correspondem aos pampas do sul do Brasil, do Uruguai e do norte da Argentina.
7. Pantanal/Chaco. Grande planície de inundação situada no sudoeste do Mato Grosso e oeste do Mato grosso do Sul, que se prolonga em direção da Bolívia e do Paraguai. Recebe o nome de Pantanal no Brasil e de Chaco naqueles países. A vegetação apresenta aspectos peculiares, resultantes da mistura de espécies dos cerrados, das florestas tropicais semi-decíduas e dos campos alagadiços, além das matas ciliares ( que crescem nas margens dos cursos d'água ).

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Conhecendo as Feras do Mar

CONHECENDO AS FERAS DO MAR
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Dentre os peixes, em primeiro lugar vêm os tubarões; porém, nem todas as cerca de 250 espécies conhecidas de tubarão são perigosas para o homem. Algumas medem apenas 30 cm de comprimento; outras atingem até 15 metros e são, com exceção das baleias, os maiores entre os animais marinhos.
O mais perigoso, segundo os entendidos no assunto, é o anequim - tubarão veloz, dotado de mandíbulas fortíssimas que, às vezes, chega a pesar quase 4 toneladas. Ele tem atacado muitos banhistas, principalmente ao longo da costa do Atlântico, na América do Norte.
Parente próximo do tubarão-branco, e nadador ainda mais rápido, é o tubarão-macaco, espécie que vive a grandes profundidades. Outra espécie feroz é o tubarão-martelo, cuja cabeça com formato de T se assemelha a um martelo.
Outro grupo de tubarões ferozes é o dos chamados tubarões- réquien, dos quais se destacam a " tintureira ", espécie listrada e muito temida nas Índias Ocidentais e na Austrália; e o cação-limão, de tamanho menor mas igualmente feroz.
Além dos tubarões, outro peixe perigoso de água salgada é a barracuda, comum nas costas brasileiras.
Dentre os mamíferos aquáticos, destacam-se: a) leopardo-do-mar, uma foca do Oceano Antártico de 3,5 metros de comprimento, que ataca outras focas menores; b) orca, com cerca de 9 metros de comprimento, é um animal voraz, que sai à caça em bandos, devorando pinguins, peixes, morsas e focas.
A " baleia-matadora " e a moréia são outros animais marinhos perigosos. A moréia é um peixe agressivo, de corpo serpentiforme.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Conhecendo a locomoção animal

CONHECENDO A LOCOMOÇÃO ANIMAL
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Locomoção é a função dos seres vivos de se deslocar de um lugar para outro, principalmente os animais. A locomoção resulta da ação dinâmica da musculatura. Enquanto nos vegetais a locomoção é a exceção, nos animais é a regra, salvo nas espécies fixas, como pólipos, esponjas, alguns vermes e moluscos bivalves.
A locomoção pode ser realizada em diferentes ambientes e por diferentes processos.
1. Na superfície do solo, a locomoção pode ser feita por: a) reptação - cobras; b) sal-
to - canguru, sapo, rã, grilo; c) marcha bípede - homem, aves corredoras; d) marche tetrápode - quadrúpedes ( passo, trote, galope ); e) marcha-hexápode - insetos; f) marcha octópode - aranha, escorpião.
2. No interior do solo: a) escavação - tatu, toupeira, minhoca, larvas de insetos.
3. Na superfície da água: a) natação remada - pato, ganso, cisne; b) natação anfíbia -
jacaré, crocodilo.
4. No meio das águas: a) flutuação - plâncton; b) natação por ginga ou ondulação do corpo - peixe, baleia, lula, camarão.
5. No ar: a) vôo planado - aves grandes, como a águia; b) vôo remado - aves, morcego; c) vôo zunido - insetos.
6. Nas árvores; a) braquiação - macacos antropomorfos ( gorila, chimpanzé ); b) subida com auxílio das patas - macacos, esquilo, insetos; c) alternância de poleiro, salto e vôo - pássaros.

domingo, 3 de outubro de 2010

4 de outubro é Dia dos Animais

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.
2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.
3 - Nenhum animal deve ser maltratado.
4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.
5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.
6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
7 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.
8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimescontra os animais.
9 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.
10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

sábado, 2 de outubro de 2010

Curiosidades do Reino Animal

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL
Geraldo Victorino de França ( Voinho)

a) As formigas-correição costumam sair do formigueiro em bandos enormes, com milhares de indivíduos que desfilam, durante horas, atacando e devorando todos os pequenos animais que encontram, tais como: lagartas, lesmas, grilos, baratas, aranhas, escorpiões, etc. b) O cavalo-marinho é um pequeno peixe com aparência de um cavalo. Curiosamente, a fêmea deposita os ovos ( em número de 200 - 400 ) em uma bolsa ou saco abdominal do macho, onde são incubados. Portanto, o macho é que fica grávido.
c) O louva-deus, apesar da sua atitude que lembra uma pessoa em oração, é um inseto predador de outros insetos. Algumas espécies chegam a praticar o canibalismo, não sendo raros os casos em que a fêmea, de tamanho maior, devora o macho após a cópula.
d) Quando em perigo, os elefantes formam um círculo, com os mais fortes na frente,
protegendo os mais fracos.
e) Toda as cobras produzem uma substância tóxica, porém poucas espécies possuem a capacidade de injetá-la porque não possuem dentes para isso. O veneno misturado à saliva ajuda na digestão das presas engolidas. As cobras que conseguem injetar o seu veneno são consideradas peçonhentas. No Brasil, a jararaca é responsável por 85% dos casos de picada em seres humanos. Depois, vêm a cascavel e a coral.

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL 2

a) O animal que vive mais tempo é a tartaruga de Galápagos, que pode viver até 360
anos.
b) O animal mais veloz na terra é o guepardo, que pode atingir a velocidade de 100 Km/hora. O mais veloz no ar é o falcão peregrino, capaz de mergulhar à velocidades de 300 Km/hora.
c) O animal de língua mais comprida é o tamanduá, cuja língua pode medir até 50 centímetros. Ela libera um líquido doce que serve de isca para atrair formigas e cupins. Sua boca, no entanto, tem apenas 2,5 centímetros de largura.
d) O animal mais fedido é o zorrilho africano; quando se sente ameaçado, ele esguicha um líquido mal-cheiroso que provém de suas glândulas anais.
e) A rêmora é um pequeno peixe que possui, na parte superior da cabeça, uma placa com várias ventosas, utilizadas para sua fixação em animais maiores ( baleia, tartarugas e outros peixes, como cação e tubarão ) e até mesmo em barcos. As rêmoras são assim transportadas sem despender nenhum esforço.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Conhecendo raio, relâmpago e trovão

CONHECENDO RAIO, RELÂMPAGO E TROVÃO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Raio, relâmpago e trovão são fenômenos atmosféricos que ocorrem antes ou durante tempestades, causados por descargas elétricas entre nuvens ( relâmpago ) ou entre uma nuvem e o solo ( raio ), acompanhados de um estrondo ( trovão ).
O raio ocorre quando uma nuvem, carregada de eletricidade estática, atinge um potencial eletrostático tão elevado que a camada de ar existente entre ela e o solo deixa de ser isolante, permitindo assim, que uma descarga elétrica a atravesse e atinja o solo. Já o relâmpago é uma descarga entre nuvens. Essas descargas elétricas produzem um clarão, geralmente em zigue-zague.
O trovão é o som que acompanha a violenta expansão do ar quando é rapidamente
aquecido. Devido à diferença de velocidades da luz e do som, quando o raio ou relâmpago ocorre a grande distância do local de observação, o trovão é ouvido alguns segundos depois do clarão.
As partes salientes da superfície terrestre ( árvores, edifícios ) atraem os raios que procuram chegar ao solo. Por isso, para evitar o perigo de incêndio, no topo dos edifícios altos colocam-se pára-raios, que atraem os raios e os conduzem para placas metálicas enterradas no solo.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget