"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

segunda-feira, 27 de maio de 2013

CONHECENDO PALAVRAS DE GÍRIA – 2


Geraldo Victorino de França (Voinho)

         1. Almofadinha - rapaz que se veste com apuro.
         2. Barbeiro - mau condutor de veículo.
         3. Barnabé - funcionário público de categoria inferior.
         4. Berro - revólver.
         5. Bicho: a) gratificação; b) calouro de faculdade.
         6. Biscate: a) serviço pequeno e avulso;
                           b) mulher de vida fácil.
         7. Bóia- fria - operário que leva marmita para o local de trabalho e come comida fria.
         8. Cobra - pessoa habilidosa ou de muito conhecimento.
         9. Cupincha - pessoa protegida de político influente.
        10. Dedurar - delatar.
        11. Flanelinha - guardador de automóveis.
        12. Frangueiro - goleiro que deixa passar bolas defensáveis.
         13. Grude - comida.
         14. Manda-chuva - chefe político.
         15. Marajá - funcionário que trabalha pouco e ganha muito.
         16. Maria Candelária - funcionária pública.
         17. Paquera - namoro.
         18. Perna-de-pau - mau jogador de futebol.
         19. Matar o bicho - beber cachaça.
         20. Rato – freqüentador de biblioteca.
         21. Sapo - pessoa que comparece a uma reunião sem ser convidada.
         22. Tubarão - comerciante ou industrial ganancioso.
         23. Tutu - dinheiro.
         24. Xodó - namorado ou namorada.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

PALAVRAS ORIGINADAS DO INGLÊS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

             Muitas palavras utilizadas na língua portuguesa são originárias do Inglês, língua oficial da Inglaterra e dos Estados Unidos. Vejamos alguns exemplos:
     
             1. alô                12. filme
             2. bar                13. flerte
             3. basquetebol   14. futebol
             4. bife                15. golfe
             5. bonde            16. jóquei
             6. boxe              17. lorde
             7. breque           18. pôquer
             8. chiclete          19. pulôver
             9. chute              20. sanduíche
            10. clube             21. turtfe
            11. estresse        22. uísque 

segunda-feira, 20 de maio de 2013

CONHECENDO PALAVRAS DE GÍRIA – 3


Geraldo Victorino de França ( Voinho)
   
             1. Abacaxi: coisa indesejável.
             2. Azular: fugir.
             3. Babaca: a) órgão genital da mulher;
                              b) tolo.
             4. Bamba: perito.
             5. Bate-coxa: baile popular.
             6. Cabra-macho: indivíduo valentão.
             7. Calhambeque: automóvel antigo.
             8. Destripar o mico: vomitar.
             9. Fajuto: falsificado.
            10. Fuxico: mexerico.
            11. Gari: varredor de rua.
            12. Lorota: conversa fiada.
            13. Marmelada: conluio para que um jogo termine com determinado vencedor.
             14. Muamba: objetos furtados.
             15. Padaria: nádegas.
             16. Pão-duro: avarento.
             17. Papa-léguas: pessoa que anda com rapidez grandes distâncias.
             18. Pivete: menino que acompanha ladrões.
             19. Porre: bebedeira.
             20. Racha: a) jogo-treino de futebol
                              b) corrida clandestina de automóveis ou motos.
              21. Surrupiar: furtar.
              22. Testa-de-ferro: indivíduo que assume responsabilidades alheias.
              23. Tira: policial.
              24. Xilindró: cadeia.
              25. Zé-povinho: indivíduo da camada inferior da sociedade.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

CONHECENDO OS ACIDENTES GEOGRÁFICOS – III

Lago

Geraldo Victorino de França ( Voinho)
     
                15. Planície de inundação. Faixa de terras planas que margeia um rio, freqüentemente inundada e onde ocorre a deposição  de sedimentos transportados pelos rios; também chamada planície aluvial ou várzea.
                 16. Meandros e delta. As sinuosidades de um rio na planície de inundação  são
chamada meandros. Quando a sedimentação também ocorre na foz, forma-se um delta. Exemplo: delta do Rio Nilo. Em caso contrário, recebe o nome de estuário, no qual se faz sentir o efeito das marés, como na foz do Rio Amazonas.
                 17. Lago. Grande depressão do terreno ocupada por água doce ( regiões úmidas )
ou salgada ( regiões áridas e semi-áridas ). Quando de menor dimensão, é chamada lagoa.
Exemplos: Grandes Lagos, na fronteira entre Estados Unidos e Canadá; Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul.
                 18. Cuesta. Série de elevações assimétricas, com uma vertente escarpada de um
lado e outra vertente com declividade suave do outro lado; ou seja, " serra " de um lado só. Exemplo: Serra de Botucatu.

sábado, 11 de maio de 2013

CONHECENDO OS ACIDENTES GEOGRÁFICOS – II


Geraldo Victorino de França (Voinho)

               9. Vertente. Superfície inclinada que une o divisor de águas ou espigão ao talvegue  ou à orla da planície de inundação ou várzea.
              10. Planalto. Terreno de superfície aproximadamente plana e extensa, que se distingue da planície pela sua maior altitude. Quando de dimensão menor, recebe o nome de chapada. Exemplos: Planalto Central do Brasil; Chapada  dos Guimarães.
               11. Planície. Terreno de superfície aproximadamente plana e extensa, que se distingue do planalto pela sua menor altitude. As planícies podem ser: a) costeiras ou litorâneas; b) continentais. Exemplos: as planícies costeiras do Rio Grande do Sul; o Pantanal Mato-Grossense.
                 12. Geleira. Grande massa de gelo que se forma nas regiões polares, sobretudo na Antártida e na Groenlândia. As geleiras podem deslocar-se, de modo semelhante a um rio;  as que atingem o mar fragmentam-se em grandes blocos chamados " icebergs ".
                  13. Plataforma continental. Nome dado à região submarina de pouca profundidade, que margeia os continentes. Geralmente inclina-se suavemente a partir do litoral até a profundidade de 200 metros; a seguir, o declive aumenta abruptamente, constituindo o talude continental.
                    14. Vale. Depressão alongada, mais ou menos larga, escavada por um rio ao
longo do seu percurso. Compõe-se de um fundo ou talvegue, onde corre o rio, e de vertentes ou encostas laterais. Freqüentemente apresenta uma planície de inundação ou várzea e, às vezes, de terraços fluviais. Exemplo: Vale do Paraíba.
                   Quando exibe formas resultantes de forte erosão, é chamado de " canyon *. Exemplo: Grand Canyon do Rio Colorado, nos Estados Unidos. 

terça-feira, 7 de maio de 2013

CONHECENDO PALAVRAS DE GÍRIA -1


Geraldo Victorino de França (Voinho)

         A seguir, são apresentadas algumas palavras de gíria, de uso corrente.
           1. Amigo-do-alheio: ladrão
           2. Balzaquiana: mulher na faixa dos 30
               anos
           3. Bicho: calouro de faculdade
           4. Broto: adolescente
           5. Canastrão: mau ator
           6. Carango: carro
           7. Chaveco: paquera
           8. Detonar: livrar-se de uma tarefa ou
               pessoa
           9. Ficar: namorar sem compromisso
          10. Flanelinha: guardador de automóveis
          11. Fresco: afeminado
          12. Gaita: dinheiro
          13. Lelé da cuca: louco
          14. Margarida: funcionária pública que faz
                a limpeza das ruas
          15. Mauricinho: rapaz bem arrumadinho
          16. Na crista da onda: em pleno sucesso
          17. Pagar mico: fazer besteira
          18. Patricinha: moça bem arrumadinha
          19. Perna-de-pau: mau jogador de futebol
          20. Prafrentex: avançado

quarta-feira, 1 de maio de 2013

CONHECENDO OS ACIDENTES GEOGRÁFICOS -- I


Geraldo Victorino de França (Voinho)
                
                 As formas das superfícies continentais e marinhas recebem diferentes denominações, como veremos a seguir.
                1. Oceano - grande extensão de água salgada, que circunda os continentes. Exemplo: Oceano Atlântico.
                 2. Continente - grande extensão de terras emersas, limitadas pelas águas dos oceanos e mares. Exemplo: África.
                 3. Mar - parcela de um oceano, que deste se diferencia pela menor extensão e características de suas águas. Exemplo: Mar Mediterrâneo.
                  4. Ilha - porção de terra cercada de água por todos os lados. diferindo dos continentes por sua menor extensão. Exemplo: Ilha  de Madagascar. Existem também ilhas fluviais,  como a Ilha do Bananal, no Rio Tocantins.
                  5. Arquipélago - conjunto de ilhas situadas umas próximas das outras. Exemplo:
Arquipélago dos Açores.
                  6. Golfo - parte do mar que penetra numa ampla reentrância do continente; quando de pequena dimensão recebe o nome de baía.  Exemplos: Golfo do México, Baía da Guanabara.
                  7. Península - grande porção  de terra do continente que avança pelo mar; quando de pequena dimensão recebe o nome de cabo. Exemplos: Península Escandinava, Cabo da Boa Esperança.
                   8. Montanha - elevação da superfície terrestre, de tamanho e altitude muito variáveis. Quando isolada e de pequena dimensão é chamada de morro; quando agrupadas recebem  a denominação de serra ou cordilheira, esta assumindo grande extensão. Exemplos: Morro  do Corcovado, Serra da Mantiqueira, Cordilheira  dos Andes.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget