"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 26 de março de 2014

CONHECENDO AS GRAMÍNEAS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

             Gramíneas é o nome popular atribuído às plantas da família Gramináceas, sem dúvida a mais importante porque inclui várias plantas de grande importância econômica. Geralmente são espécies de pequeno porte  ( com exceção  do bambu ), herbáceas, com raízes fasciculadas ou em cabeleira e caule do tipo colmo, geralmente ôco ( o da cana-de-açúcar é cheio ), dividido em gomos por nós; e folhas longas e estreitas.Abrange cerca de 8.000 espécies. destacando-se:
            1.   plantas alimentícias ( cereais ) - arroz, milho, trigo, aveia, etc.
            2. plantas produtoras de matérias-primas para a fabricação de produtos industrializados: cana-de-açúcar ( cachaça, açúcar e álcool ), cevada ( cerveja, uísque ), milho ( óleo, farinha de milho ).
            3. plantas forrageiras, usada na alimentação dos animais domésticos ( grãos, pastagens, silagem, feno ): milho, cana-de-açúcar, alfafa, capim-colonião, etc.
            4. plantas ornamentais, usadas na formação de gramados de jardins, campos esportivos e taludes: grama-tapete, grama-batatais, grama-bermuda, etc.
            5. plantas de cobertura, usadas na proteção do solo contra a erosão pela chuva: capins e gramas. Essa proteção é proporcionada  de duas maneiras: a) a parte aérea amortece o impacto das gotas de chuva, evitando a desagregação do solo; b) a parte subterrânea ( raízes fasciculadas ) trava o sol, impedindo o seu arrastamento.
             Cumpre mencionar ainda o bambu – uma gramínea de caule lenhoso, com colmos  fibrosos, de diferentes tamanhos, alguns chegando a 30 metros de altura e que são utilizados para várias finalidades.



sábado, 22 de março de 2014

CONHECENDO OS RECURSOS NATURAIS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

       A expressão " recursos naturais " refere-se aos bens que existem na natureza e podem ser  utilizados em benefício do homem. Garantem  o suprimento de alimentos, materiais de construção, vestuário, água, combustíveis, fertilizantes, etc.
         Os recursos naturais podem ser subdivididos em dois grupos: a) renováveis, como a água, as pastagens naturais, as florestas, a fauna silvestre ( caça e pesca ) e, até certo ponto,
o solo; b) não-renováveis, como o petróleo, o gás natural, o carvão, algumas rochas e diversos minerais, cujas jazidas, uma vez exauridas,  não se renovam.
             A água se renova através do ciclo hidrológico; as plantas e os animais, por processos de reprodução. Um solo cuja fertilidade foi esgotada por sucessivos cultivos pode se recuperar  após um período de repouso ou pela aplicação de técnicas agronômicas ( calagem e adubação) mas se for destruído pela erosão, a natureza levará milhares de anos para formá-lo novamente.
               O solo é o recurso natural básico, que suporta toda a vida vegetal, sem a qual o homem e os animais não poderiam existir. A água é um recurso natural essencial à vida das plantas, dos animais e do homem. As pastagens naturais constituem um dos principais tipos de vegetação natural, constituindo cerca de 40% da cobertura vegetal do solo. A s florestas desempenham papel importante no equilíbrio ecológico de uma região, além de fornecerem madeira, lenha e  outros produtos. A fauna silvestre inclui os animais não-domesticados, muitos dos quais são utilizados em benefício do homem ( caça e pesca ) .
            A importância dos recursos naturais  não-renováveis , como o petróleo, o gás natural
e o carvão, dispensa comentários. De modo geral, os países desenvolvidos, como Estados Unidos, Canadá e Rússia, são bem providos de recursos naturais.


quarta-feira, 19 de março de 2014

Voinho, neta e bisnetas

Quantas menininhas lindas!

segunda-feira, 17 de março de 2014

CONHECENDO AS PLANTAS FORNECEDORAS DE LÁTEX


Geraldo Victorino de França (Voinho)

            Látex é um líquido leitoso exsudado por certas plantas como seringueira, caucho, maniçoba, etc. A borracha natural, a laca e a gutapercha são látex coagulados.
             A seringueira é uma árvore que pode alcançar até 30 metros de altura, nativa da região Amazônica. Fazendo-se incisões na casca do seu tronco, delas escorre um látex que é recolhido e utilizado na fabricação de borracha natural.
             O caucho é outra árvore da região Amazônica que fornece látex, o qual é usado na fabricação de uma borracha de qualidade inferior  à da seringueira.
              A mangabeira é uma árvore típica do nordeste, centro e litoral brasileiros, conhecida pelas frutas que produz, as quais se prestam para a preparação de refrescos, sorvetes e sobremesas. O seu tronco exsuda um látex branco que dá uma borracha de baixa qualidade.
              Balata é  nome comum a várias árvores das Guianas, Venezuela e região Amazônica, as quais produzem um látex comestível quando fresco; e que é utilizado, quando seco, como matéria-prima elástica na fabricação de isolantes, correias, tecidos impermeáveis, etc.            

            Chicle é o nome centro-americano do látex do sapotizeiro, matéria-prima para a fabricação do chiclete ou goma de mascar.

sexta-feira, 14 de março de 2014

CONHECENDO NOVOS CACÓFATOS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

            Seguem-se mais alguns exemplos de cacófatos. Evidentemente, devem ser evitados.

           1. Por no gráfico ( pornográfico )
           2. Uma marca famosa ( mamar )
           3. Tem fé de mais ( fede )
           4. Pouco conhecido ( coco )
           5. O peão toca gado ( cagado )
           6. Dia bonito ( diabo )
           7. Mas no momento ( asno )
           8. Feito pela dona Maria ( peladona )
           9. Topei dar uma ajuda ( peidar )
          10. Bife dormido na geladeira ( fedor )
          11. Beijou a boca dela ( cadela )
          12. Ambos tagarelavam  ( bosta )
          13. O pinho é uma madeira mole ( mamadeira)
          14. Uma lei tão boa ( leitão )
          15. Ela tinha ( latinha )
          16. Juca Brito  ( cabrito )
           17. Álbum da família (bunda )
           18. Dedico a ti (quati )

           19. Uma mão lava a outra  ( mamão )

segunda-feira, 10 de março de 2014

CONHECENDO A CAMADA DE OZÔNIO


Geraldo Victorino de França (Voinho)

          Dá-se o nome  camada de ozônio à porção da estratosfera situada situada a cerca de
20 km acima do nível do solo, na qual o gás ozônio ( O3 ) encontra-se em maior concentração.
          O ozônio é produzido pela ação da luz ultra-violeta proveniente do Sol sobre o oxigênio  ( O2 ) da atmosfera.
          A camada de ozônio protege a Terra dos efeitos nocivos dos raios ultra-violetas sobre o desenvolvimento da vida vegetal e animal.  Mas pode ser decomposta por reações químicas que envolvem clorofluorcarbonatos ( CFC ), que até recentemente eram amplamente utilizados nas indústrias como propelentes de " sprays ", como fluidos de sistemas de refrigeração e na produção de embalagens de espuma.
                A conscientização internacional sobre o surgimento de um buraco na camada de ozônio sobre a Antártida, na década de 80, levou a um movimento pela proibição de produtos baseados nos CFCs. Em 1987 foi assinado o Protocolo de Montreal, um documento avalizado por mais de 40 países, visando limitar o uso dessas substâncias. Entre as principais deliberações do protocolo estava um plano de redução da produção de CFC até 1.999, de modo a atingir então, metade da produção de 1.986.
                Em 1.989, durante o Encontro da Comunidade Européia, realizado em Bruxela, decidiu-se reduzir o consumo de CFC a 85% dos números atuais o mais breve possível , e a 100%  até a virada do século.

                Alguns relatórios recentes têm apontado a presença de novos buracos na camada de ozônio da Antártida, o que mobilizou esforços na  Europa, visando um novo acordo que agilize  o fim do consumo de CFC no mundo.

quarta-feira, 5 de março de 2014

CURIOSIDADES SOBRE O BRASIL


Geraldo Victorino de França (Voinho)

            a) Com uma área de 8.512.000 de km2 e população estimada em 155 milhões de habitantes, o Brasil é o quinto país do mundo, tanto em tamanho como em população.
            b) Quase metade da área de florestas tropicais úmidas do mundo se encontra no Brasil. Elas cobrem 42% de todo o território do país, incluindo a Floresta Amazônica e a Mata Atlântica.
            c) O Brasil possui o maior rio do mundo em volume de água e o segundo em extensão, que é o rio Amazonas. Apenas o rio Nilo é mais longo, porém possui um volume de água muito menor.
            d) A bacia Amazônica é também a maior bacia hidrográfica do mundo, abrangendo  também parte dos países vizinhos - Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.
            e) Apesar do seu tamanho, o Brasil não possui geleiras nem vulcões; e só ocorrem terremotos de pequena intensidade.
            f) O Brasil possui a flora mais rica  do mundo, reunindo cerca de 50.000 espécies de
plantas conhecidas.

            g) A sua fauna também é relativamente  rica, abrangendo cerca de 600 espécies só de mamíferos. Aves, répteis e insetos também existem em grande número.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget