"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

CONHECENDO O PROBLEMA DOS COMBUSTÍVEIS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              O petróleo vem sendo utilizado há muito tempo para várias finalidades: aquecimento, geração de eletricidade, produção de combustíveis, etc. Acontece que o petróleo é um recurso natural não-renovável, além do seu uso causar poluição ambiental. A gasolina, principal combustível usado nos motores à explosão, é obtida por destilação fracionada do petróleo.
              Devido ao aumento crescente do número de veículos e, portanto, do consumo de gasolina, a perspectiva é que as reservas de petróleo tendem a se esgotar num futuro não muito  distante. Daí a necessidade de se buscar outras alternativas para o suprimento de combustíveis.
              O Brasil é pioneiro na produção dos chamados biocombustíveis, isto é, combustíveis obtidos a partir de produtos vegetais. Uma  primeira tentativa foi o uso do gasogênio, um gás pobre obtido a partir da queima do carvão de lenha. Uma alternativa mais promissora é o uso do etanol, um álcool hidratado extraído da cana-de-açúcar. Além de ser mais barato que a gasolina, o etanol é menos poluente e a cana é um recurso renovável.
             O etanol pode ser usado puro ou adicionado `a gasolina. Também pode ser obtido a partir de outras plantas, como o milho, porém o seu rendimento é menor que o da cana-de-açúcar.


terça-feira, 2 de dezembro de 2014

CONHECENDO A TECNOLOGIA


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Tecnologia é o estudo das técnicas, isto é, da maneira correta de executar determinadas tarefas. Compreende as ferramentas,  máquinas e instrumentos, bem como os processos e métodos usados nos diversos ramos da agricultura, indústria, mineração, meios de transporte e comunicação, etc. Assim, pode-se falar em:tecnologia do ferro e aço, tecnologia do açúcar e álcool, tecnologia dos plásticos, etc.
          A tecnologia faz a ligação entre as ciências e a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos, estando ligada ao progresso das populações humanas.
               O desenvolvimento da tecnologia depende das descobertas científicas e de novos  inventos. Aplica-se a quase todos os campos científicos, devendo destacar-se as recentes conquistas espaciais, que permitiram o lançamento de satélites artificiais e sondas espaciais, inclusive o pouso na Lua.
                 Em resumo, tecnologia é o conjunto de máquinas e processos utilizados pelo homem para transformar materiais da natureza em produtos úteis para sua moradia, alimentação, transporte, comunicação, recreação, etc.
             A tecnologia tem grande utilização nas Ciências Aplicadas, tais como: Agronomia, Engenharia, Arquitetura, Medicina, etc.


Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget