"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

PLANTAS PARA AQUÁRIOS E TANQUES


Geraldo Victorino de França (Voinho)

           Aquário é um recipiente com água doce ou salgada, geralmente com paredes de vidro, destinado à criação e observação de animais e vegetais aquáticos, principalmente peixes ornamentais. Geralmente é um local publico, mas também existem aquários domésticos.
          Tanque é geralmente um pequeno açude ou reservatório de água, a qual é utilizada como bebedouro para os animais e/ou para a irrigação de culturas.
           O cultivo de plantas aquáticas em aquários e tanques é recomendável, não só do ponto de vista estético ou ornamental, mas também por sua função biológica, mantendo o ambiente saudável. Atualmente, encontram-se no comércio  imitações feitas de plástico que, por não se estragarem, são bastante duráveis e desempenham perfeitamente a função decorativa, porém são inócuas no tocante à função biológica.
               De acordo com a sua posição em relação ao nível da água. as plantas aquáticas  podem ser divididas em três grupos: a) submersas;  b) flutuantes; c) emergentes.
                As plantas submersas são as mais importantes, por desprenderem oxigênio e manterem a taxa de OD ( oxigênio dissolvido ) em teores saudáveis ( acima de 4 mg/l ). Entre as plantas submersas mais utilizadas podem ser  citadas: cabomba, sagitária, rabo-de-raposa,  samambaia-d'água, etc.
                  Entre as plantas flutuantes, encontram-se: alface d'água, aguapé, salvínia, etc.
                  Entre as plantas emergentes as mais comuns são: flexa d'água, ninféia, vitória-régia, etc.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

CONHECENDO ALGUMAS SIGLAS NACIONAIS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

            Dá-se o nome de sigla à abreviatura formada pelas letras iniciais das palavras do nome  de um órgão público. Por serem práticas e cômodas, vão se multiplicando cada vez mais, em todos  os países, e até passam a funcionar como substantivos. Eis alguns exemplos de siglas nacionais:
             1. ABL - Academia Brasileira de Letras.
             2. CEP - Código de Endereçamento Postal.
             3. CPF - Cadastro das Pessoas Físicas.
             4. CRM - Conselho Regional de Medicina.
             5. DNER - Departamento Nacional  de Estradas de Rodagem
             6. EMBRAER - Empresa Brasileira  de Aeronáutica
             7. ESALQ - Escola Superior de Agricultura “Luis de Queiroz”
             8. FAB - Força Aérea Brasileira.
             9. Fundação Nacional do Índio.
            10. IAC - Instituto Agronômico de Campinas
            11. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
            12. INPS - Instituto Nacional de Previdência Social
            13. MEC - Ministério da Educação e Cultura.
            14. MOBRAL - Movimento Brasileiro de Alfabetização
            15. OAB - Ordem dos Advogados do Brasil
            16. SBT - Sistema Brasileiro de Televisão.
            17. SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
            18. SUDENE - Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste
            19. UNICAMP - Universidade de Campinas

            20. USP - Universidade de São Paulo.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

CONHECENDO O PAPEL DA SEIVA


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Seiva é o nome dado à solução nutritiva que circula no interior das plantas vasculares, isto é, providas de vasos condutores como as  Fanerógamas ( plantas que produzem flores );
              Distinguem-se dois tipos: a) seiva bruta ou ascendente, que é uma solução aquosa  contendo os sais minerais absorvidos do solo pelas raízes, a qual se movimenta através do xilema (vasos lenhosos ); b) seiva elaborada ou descendente , contendo substâncias orgânicas ( como carboidratos e proteínas ), formadas nas folhas por fotossíntese; a qual se movimenta através do floema ( vasos crivados ), dirigindo-se para os locais de consumo, que são principalmente as raízes, os brotos novos, botões, flores, frutos, sementes e órgãos de reserva ( bulbos, tubérculos, rizomas ).
               Assim, o conjunto de vasos do xilema e do floema constitui o aparelho circulatório das plantas.
               O mecanismo de ascenção da seiva bruta é a sucção exercida pelas folhas, que perdem grandes quantidades de água por transpiração através dos estômatos, que são pequenas aberturas existentes nas folhas.

                A groso modo, pode-se comparar o papel da seiva nas plantas ao papel exercido pelo sangue no homem e nos animais; a diferença é que as plantas não têm coração.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

CONHECENDO O PAPEL DO SANGUE


Geraldo Victorino de França (Voinho)

             Em sua forma mais evoluída, ou seja, nos animais vertebrados, o sangue é um verdadeiro tecido fluido que, impulsionado pelas contrações e expansões do coração, percorre todo o organismo em um sistema de vasos, chamado aparelho circulatório.
              O aparelho circulatório do homem e dos  vertebrados superiores é constituído de artérias, veias, capilares e uma poderosa " bomba " que é o coração. As células sanguíneas – hemácias ( glóbulos vermelhos ), leucócitos ( glóbulos brancos ) e plaquetas - estão contidas em uma fase líquida, chamada plasma, que apresenta grande
número de compostos, com predominância de água, proteínas, glicose e sais minerais,  cujas concentrações variam dentro de faixas relativamente estreitas.
                 Distinguem-se dois tipos: a) sangue arterial, que circula nas artérias e transporta oxigênio e nutrientes aos tecidos; b) sangue  venoso, que circula nas veias e transporta os  resíduos metabólicos aos órgãos de excreção ( pulmões, rins, pele, etc. ). Além disso, o sangue, transporta os produtos de secreção das glândulas endócrinas ( hormônios ), de um órgão para outro.
                 A cor vermelha do sangue é devida à presença da hemoglobina - um pigmento vermelho. O sangue arterial tem cor vermelho vivo e o sangue venoso, mais escuro.
                 O sangue também transporta gases, como nitrogênio, oxigênio e gás carbônico. Assim, o sangue venoso, que transporta gás carbônico, se desembaraça dele nos pulmões, onde  se enriquece de oxigênio, passando a sangue arterial.

                O homem possui 5 - 6 litros de sangue, com reação neutra e densidade pouco superior a 1,0.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget