"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

segunda-feira, 25 de maio de 2015

MASCULINO/FEMININO COM PALAVRAS DIFERENTES


Geraldo Victorino de França (Voinho)

          Fugindo à regra geral de substituir a desinência o do masculino pela desinência a para
formar o feminino, em certos casos usam-se palavras completamente diferentes. Exemplos:
       
           Masculino           Feminino
         1. bode.................... cabra
         2. burro.................... mula
         3. cão...................... cadela
         4. carneiro............... ovelha
         5. cavalheiro...........  dama
         6. cavalo................. égua
         7. genro..................  nora
         8. homem................ mulher
         9. macho................. fêmea
            10.marido................. mulher
        11. masculino........... feminino
        12. padre.................. madre
        13. padrinho............. madrinha
        14. pai...................... mãe
        15. pênis.................. vagina
        16. rei...................... rainha
        17. tenor.................. soprano
        18. touro.................. vaca

        19. zangão............... abelha

segunda-feira, 11 de maio de 2015

CONHECENDO A FLORA DO BRASIL - 1


Geraldo Victorino de França (Voinho)

            A flora ou vegetação natural do Brasil é bastante diversificada, podendo ser dividida em três grupos principais: a) florestas; b) formações de transição; c) campos. A sua distribuição geográfica é governada principalmente pelo regime de chuvas e, secundariamente, pelas temperaturas e tipos de solo.
            A. Florestas. Cerca de metade do território brasileiro é (ou era) coberto por florestas, em geral dos tipos latifoliada ( de folhas largas ) e perenifólia (de folhas perenes). Podem ser subdivididas, segundo a sua fisionomia e localização, em três tipos: a) Floresta Amazônica;
b) Mata Atlântica: c) Mata de Araucária.
             1. Floresta Amazônica. Também chamada Hiléia Amazônica, é a maior floresta tropical do mundo, ocupando cerca de 40% do território brasileiro. Abrange toda a Região Norte do Brasil, o norte de Mato Grosso, o oeste do  Maranhão e o norte do Tocantins, além de parte dos países vizinhos - Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Paraguai e Bolívia.
              Do ponto de vista ecológico, a floresta amazônica se subdivide em: a) mata de igapó; b)mata de várzea; c) mata de terra firme. A primeira fica inundada cerca de dez meses no ano e é rica em palmeiras, como o açaí. A mata de várzea só é inundada por ocasião das enchentes dos rios da região. Nela se encontram:  seringueira, cacaueiro, copaíba, sumaúma, etc.
             A  mata de terra firme nunca fica inundada, correspondendo a mais de 90% da floresta amazônica. É composta por três ou quatro andares de vegetação, destacando-se: castanheira, pau-rosa, mogno, trepadeiras ( cipós ) e plantas epífitas, como orquídeas.
             2. Mata Atlântica. Estende-se como uma faixa costeira, desde o Rio Grande do Norte  até o Rio Grande do Sul, com maior expressão na região das Serras do Mar e da Mantiqueira.Atualmente bastante devastada, nela se encontram: peroba, cedro, jacarandá. jequitibá, palmito, etc.

             3. Mata de Araucária. Localizada no Planalto Meridional, é uma floresta mista de coníferas e latifoliadas perenifólias. Nela se encontram principalmente: pinheiro-do-Paraná ( gêneroAraucária ), imbaúba, erva-mate, etc.

CONHECENDO ÁCIDOS, BASES E SAIS



 Geraldo Victorino de França (Voinho)

             A. Ácidos. São compostos químicos hidrogenados que, em solução, liberam íons H+; têm gosto amargo e são corrosivos ou venenosos.  Os que se originam de fontes minerais ( ácidos minerais ) são quase sempre mais fortes que os originários de fontes orgânicas ( ácidos orgânicos ).
           Os ácidos corrosivos, tais como o nítrico e o sulfúrico, são ácidos minerais; ácidos mais fracos, tais como o cítrico, encontrado nas  frutas cítricas ( laranja, limão ), e o fórmico, encontrado em alguns insetos como as formigas, são ácidos orgânicos.
             Os ácidos são solúveis em água. Soluções ácidas têm pH menor que 7,0 e tornam o
papel de tornassol vermelho; reagem com metais  para formar sais e hidrogênio; e reagem com bases para formar sais e água.
              B. Bases. Nome que se dá a qualquer composto químico que pode neutralizar um ácido para formar um sal e água. Geralmente as bases são hidróxidos que, em solução, liberam íons  OH-. Como os ácidos, as bases podem ser corrosivas ou venenosas. São exemplos o hidróxido de sódio ( soda cáustica ) e o hidróxido de cálcio (cal ). Uma base solúvel em água é chamada álcali. Uma solução básica tem pH maior que 7,0 e torna azul o papel de tornassol.   
         C. Sais. São compostos químicos formados pela reação entre ácidos e bases. O sal de cozinha (cloreto de sódio) é utilizado para  temperar alimentos, sendo constituinte essencial da dieta humana. Além da reação entre um ácido e uma base, um sal também pode ser obtido por dupla troca entre outros dois sais. O cloreto de sódio pode ser extraído da água do mar, mediante a evaporação da água, em depósitos chamados salinas.
              Os sais podem ser simples, como o cloreto de potássio, ou duplo, como o sulfato duplo de potássio e sódio.


segunda-feira, 4 de maio de 2015

CONHECENDO OS PLEONASMOS


 Geraldo Victorino de França (Voinho)

             Pleonasmo é o uso de palavras redundantes, com a finalidade de reforçar a expressão. A maioria deles deve ser evitada. Vejamos alguns exemplos:
             1. entrar para dentro
             2. sair para fora
             3. subir para cima
             4. descer para baixo
             6. rapaz jovem
             7. miado de gato
             8. latido de cão
             9. meio ambiente
            10. futuro vindouro
            11. fato real
            12. verdade verdadeira
            13. apalpar com a mão
            14. pisar com o pé
            15. beijar com os lábios
            16. ver com os olhos
            17. ouvir com os ouvidos
            18. alegre e risonho
            19. mastigar com os dentes
            20. avançar para a frente
            21. recuar para trás


Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget