"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 24 de novembro de 2015

CURIOSIDADES GEOGRÁFICAS - 13

(Groenlândia - foto Google)

Geraldo Victorino de França (Voinho)

               a) O Pacífico é o maior oceano, ocupando cerca de 1/3 da superfície do globo terrestre. Sua área  é maior do que a de todos os continentes reunidos.
               b) O ístmo de Kra é uma faixa de terra longa e estreita que liga a Península Malaia ao Continente Asiático. 
               c) O maior deserto do mundo é o continente gelado, a Antártida, maior que o deserto do Saara  e também desprovido de vegetação.
               d) A Groenlândia , considerada a maior ilha do mundo, é coberta por uma calota de gelo, chamada " inlandsis ", de 500 a 1.500 metros de espessura, chegando a 2.000 metros no interior da ilha. Desprovidos  de gelo permanecem somente alguns picos isolados, chamados " nunataks " e porções descontínuas da faixa litorânea. A Groenlândia é uma fonte inesgotável  de  " iceberg ".

                 e) Vila Velha é o nome de um importante monumento rochoso natural, situado a 20 km à sudeste de Ponta Grossa ( PR ). Lembra uma cidade em ruínas, apresentando estranhas colunas talhadas em camadas de arenitos, como resultado de erosão geológica pelas águas das chuvas.O lugar é muito visitado  por turistas.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

CONHECENDO OS MARSUPIAIS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

                 A palavra marsupial, de origem grega, é empregada para designar os mamíferos cujas fêmeas têm um marsúpio - bolsa abdominal onde abrigam os filhotes, que aí recebem amamentação e se desenvolvem.  Em algumas espécies essa bolsa reduz-se a simples pregas da pele, que recobrem as glândulas mamárias.
                 A ordem Marsupial abrange poucas espécies, a maioria de origem australiana. As principais são: canguru, coala, vombate, gambá e cuíca. Alguns marsupiais são trepadores e vivem nas árvores, como os gambás e os coalas. Outros são terrestres, andam e pulam no chão, como os cangurus; porém, a cuíca-d'água é anfíbia, como a lontra.
                  A sua alimentação é muito variada: o canguru é herbívoro; o coala só se alimenta de folhas de eucalipto; o gambá é onívoro.
                  O canguru, apesar de ser quadrúpede, tem locomoção bípede: apóia-se nas patas traseiras, pois as patas dianteiras são pequenas e ficam distantes do solo durante a locomoção e quando o animal se alimenta. Anda aos pulos e, quando corre, pode dar pulos de até 8 metros de extensão.

                   Na fauna brasileira, os marsupiais são representados pelos gambás e cuícas.

sábado, 7 de novembro de 2015

CONHECENDO METÁFORAS E COMPARAÇÕES



             Metáfora é uma figura de linguagem que consiste em usar uma palavra ou expressão num sentido diferente daquele que lhe é próprio, por analogia ou semelhança subentendida. Exemplos
             1. A luz do espírito ( inteligência )
             2. A flor da idade ( mocidade )
             3. Primavera da vida ( juventude )
             4. Nero foi um monstro ( cruel )
              5. O espelho da alma ( rosto )
             6. Essa cantora é um rouxinol voz maviosa )
             7. Inverno da vida ( velhice )
             8.Labirinto ( emaranhado ) de dificuldades
             9. Mar de rosas ( felicidade )
           10. Rio de lágrimas ( tristeza ).
            Não confundir metáfora com comparação. Nesta, os dois termos vêm expressos unidos por nexos comparativos - como, tal qual,  que nem, etc. Exemplos:
              1. Nero foi cruel como um monstro
              2. Essa cantora canta como um rouxinol
              3. Ele lutou que nem um leão
              4. Era alta e magra tal qual uma palmeira

              5.Ágil como um macaco.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget