"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 18 de julho de 2018

CONHECENDO OS SIGNIFICADOS DA PALAVRA FÊNIX



Geraldo Victorino de França (Voinho)

                 A palavra fênix  é utilizada com vários significados, conforme se vê a seguir.
                1. Folclore medieval. Ave fabulosa que, após viver vários séculos, se expunha aos raios solares, que  a matavam. De suas cinzas surgia um ovo, do qual nascia uma nova ave.
                2. Mitologia grega. Personagem mitológico, filho de Agenor e Telefasa; foi o fundador da Fenícia..
                3. Literatura. Pessoa ou coisa rara,única no seu gênero, e superior a todas as outras.
               4. Botânica. Gênero de palmeiras ( Phoenix ), que compreende a tamareira e outras espécies  ornamentais.
                5. Entomologia. Nome vulgar de uma borboleta da família dos Esfingídeos.
           6. Avicultura. Variedade de galo do Japão,  cujas penas da cauda atingem grande comprimento.
                7. Astronomia. Nome de pequena constelação austral.
                8. Geografia. Nome de uma ilha do Pacífico central.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

CONHECENDO OS SUBSTANTIVOS COM DOIS GÊNEROS

O indígena - a indígena


Geraldo Victorino de França (Voinho)
  
              Substantivos com dois gêneros são aqueles que, sob uma só forma, designam os indivíduos de ambos os sexos. Exemplos:
        
       Masculino           Feminino
 1. o colega................... a colega
 2. o fã ......................... a fã
 3. o cliente .................. a cliente
 4. o intérprete ............. a intérprete
 5. o mártir ................... a mártir
 6. o motorista ............. a motorista
 7. o estudante ............ a estudante
 8. o artista .................. a artista
 9. o repórter ............... a repórter
10. o ciclista ............... a ciclista
11. o atleta .................. a atleta
12. o cúmplice ............. a cúmplice
13. o serviçal .............. a serviçal
14. o representante ..... a representante
15. o esportista ........... a esportista
16. o dirigente ............. a dirigente
17. o ajudante ............. a ajudante
18. o cientista ............. a cientista
19. o modista .............. a modista
20. o astronauta .......... a astronauta

segunda-feira, 2 de julho de 2018

CONHECENDO OS ADJETIVOS



Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Adjetivos são palavras ou expressões que indicam as qualidades dos seres. Portanto, permitem a melhor compreensão dos substantivos.
              Quanto à sua formação, os adjetivos podem ser: a) primitivos - que não derivam de outras palavras, tais como bom, forte, feliz, etc.; b) derivados - que derivam de outras palavras, como brasileiro, famoso, carnavalesco, etc. Podem ainda ser: a) simples - branco,escuro, bonito,etc.; b) compostos - castanho-escuro, luso-brasileiro, bem-amado, etc.
               Outra classificação: a) adjetivos determinativos ou restritivos, quando indicam o ser de que se fala. Exemplos: minha casa, aquela casa; b) adjetivos qualificativos ou descritivos, quando indicam os atributos dos seres. Exemplos: casa grande, casa branca, casa baixa.
               Há também os adjetivos pátrios, que designam a nacionalidade ou lugar de origem. Exemplos: brasileiro, norte-americano, gaúcho, londrino, etc.
               Os adjetivos podem exprimir graus de  superioridade ( mais alto, muito alto ), de igualdade ( tão alto ) ou de inferioridade ( menos alto, pouco alto ).
               Os adjetivos concordam com os substantivos em gênero e número. Exemplos: homem belo, mulheres belas.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO