"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 20 de junho de 2018

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL


Geraldo Victorino de França ( Voinho )

            a) Os animais herbívoros alimentam-se  de vegetais em geral, mas alguns deles são específicos. Por exemplo: o bicho-da-seda ( larva de uma mariposa ) se alimenta de folhas de amoreira, enquanto o coala - um mamífero australiano, se alimenta de folhas de eucalipto.
           b) A baleia, apesar de ter uma boca enorme, se alimenta de plâncton, pequenos moluscos  e crustáceos ( krill ) e peixes miúdos, que abocanha em grandes quantidades. Ao fechar a boca, deixa escoar a água por entre as lâminas córneas que descem pelo lado do céu da boca e funcionam como uma espécie de coador, retendo os animaizinhos.
          c) A cigarra é o inseto mais barulhento,  devido ao seu canto característico, emitido através de órgão próprio situado lateralmente na base do abdome. Só os machos cantam.
          d) As formigas cortadeiras ( saúva, quen-quém ) não se alimentam dos restos vegetais  que carregam para dentro do formigueiro. Esse material serve como substrato para um fungo  que elas cultivam e que é consumido como alimento.
           e) O maior roedor é a capivara, que vive nas margens dos rios sul-americanos e tem em  média 1,0 - 1,3 metros de altura e pode pesar até 80 kg.

domingo, 10 de junho de 2018

ESCLARECENDO ALGUMAS DÚVIDAS - 8




Geraldo Victorino de França (Voinho)

               a) Por que os gêmeos xipófagos são chamados de siameses?
               Gêmeos xipófagos são gêmeos que nascem unidos por alguma parte do corpo, Também chamados  gêmeos siameses. Esta expressão nasceu no século XIX, por causa dos irmãos Chang e Eng, nascidos em 1.811 no Sião ( atual Tailândia ). Eles eram ligados por uma cartilagem localizada entre o peito e o abdome e viveram juntos por 63 anos. Por causa disso, chegaram a se apresentar como atração turística em circos, ganhando uma fortuna.
                b) Por que a lagartixa, quando ameaçada, solta o rabo?
                Para se defender: ela solta o rabo e, enquanto o inimigo se distrai com o pedaço solto, ela aproveita para fugir. Posteriormente, o rabo da lagartixa se renova, demorando cerca de dois meses para crescer de novo.
               c) Por que os dicionários são chamados popularmente de " pai dos burros " ?
                A expressão foi inspirada na profissão do pai de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, autor do famoso " Dicionário Aurélio ". Ele fabricava carroças e charretes muito confortáveis não só para os usuários, mas também para os burros que as puxavam.

quinta-feira, 31 de maio de 2018

CONHECENDO A HISTÓRIA DE CAIM E ABEL


Geraldo Victorino de França(Voinho)

              Caim e Abel são personagens bíblicos. Segundo o capítulo IV do Gênesis, Caim era o filho primogênito de Adão e Eva; e Abel foi o segundo varão. Representam os dois tipos de vida primitivos: Caim era agricultor e Abel, pastor. Os dois adoravam a Deus e lhe  renderam oferendas. Caim ofereceu os frutos de suas plantações e Abel, a melhor ovelha de seus rebanhos. Deus teria se agradado mais com a oferenda de Abel;
enciumado, Caim matou o seu irmão.
               Depois de demonstrar a Caim a maldade  do seu crime, Deus condenou-o a andar errante por muito tempo, como vagabundo; e para que ninguém o matasse, marcou-o com um sinal indelével.
                A Igreja considera que a maldade do crime de Caim contrasta com a beleza moral de Abel. A inocência do pastor, sua morte causada pela inveja, a aceitação de suas dádivas, tudo torna Abel o tipo próximo de Cristo, razão pela qual é citado por várias vezes no Novo Testamento

quinta-feira, 26 de abril de 2018

ESCLARECENDO ALGUMAS DÚVIDAS



Geraldo Victorino de França (Voinho)

              a) Ilhas Britânicas, Grã-Bretanha, Reino Unido
              Esses nomes não são sinônimos, designando coisas diferentes e causando muita confusão.  Vamos esclarecer:
               Ilhas Britânicas é o nome do arquipélago situado à noroeste do continente europeu, incluindo Irlanda, Grã-Bretanha e outras ilhas menores.
              Grã-Bretanha é o nome da ilha maior, ocupada por três países: Escócia, Inglaterra e País de Gales.
               A ilha da Irlanda é ocupada por dois países: República da Irlanda ( Eire ) e Irlanda do Norte.
               Reino Unido é a designação oficial da união política da Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte.
               b) Qual é o feminino de elefante?
               O feminino de elefante é elefanta ou aliá - nome usado no Sri Lanka ( antigo Ceilão ). "Elefoa " não existe.
               c) Por que a baleia não come peixe grande?
               Apesar de ter uma boca enorme, a baleia alimenta-se de plâncton, pequenos crustáceos ( krill )  e peixes miúdos. Isso porque possui placas córneas, franjadas nos bordos, que descem pelo lado do céu da boca e formam uma espécie de coador, que só deixa passar os pequenos organismos, que são consumidos em grandes quantidades.


domingo, 8 de abril de 2018

CONHECENDO ALGUNS CANHOTOS FAMOSOS



Geraldo Victorino de França (Voinho)

                Calcula-se que os canhotos representam 4% da população humana. Conheça alguns canhotos famosos:
                1. Adolf Hitler
                2. Albert Einsten
                3. Alexandre, o Grande
                4. Ayrton Senna
                5. Bill Clinton
                6. Bruce Willis
                7. Cary Crant
                8. Charlie Chaplin
                9. Cole Porter
               10. D. Pedro I
               11. George Bush
               12. João Baptista Figueiredo
               13. Júlio César
                14. Kim Novak
               15. Leonardo da Vinci
               16. Maradona
                17. Marilyn Monroe
               18. Michelangelo
               19. Napoleão Bonaparte
               20. Nelson Rockfeller
               21. Paul Mc Cartney
               22. Rainha Vitória
               23. Ronald Reagan

quarta-feira, 28 de março de 2018

CONHECENDO A RELAÇÃO PLANTA x AMBIENTE




Geraldo Victorino de França (Voinho)

           Dependendo do clima e do solo, as plantas  são obrigadas a adaptar-se, de modo que a vegetação natural acaba refletindo as características ambientais das regiões em que se desenvolvem. Como as características do clima e do solo são muito variáveis, resulta grande diversidade de vegetação natural, que varia desde a escassa vegetação dos desertos ( escassez de água ), até as pujantes florestas dos trópicos úmidos.
             Nos climas áridos e semiáridos, prevalecem as plantas xerófitas, isto é, adaptadas à escassez de água. São plantas com adaptações no sentido de economizar água, facilitando a sua absorção do solo ( raízes profundas ), seja diminuindo a transpiração ( folhas recobertas por cera ou verniz, ou folhas substituídas por espinhos ).
           Nos climas úmidos, as plantas são chamadas hidrófitas, não necessitando grandes adaptações. Nos climas úmidos e temperados tende a se formar a floresta de coníferas; e nos climas úmidos e quentes, a floresta latifoliada  ( folhas largas ).
           Nos climas onde as variações de precipitação são acentuadas, as plantas são chamadas tropófilas: na estação seca perdem as folhas e adotam características de xerófitas, enquanto na estação chuvosa desenvolvem as folhas, florescem e frutificam. A tendência é desenvolver-se as savanas nos climas quentes  e  as estepes nos climas temperados.
            Nos climas frios, com subsolo permanentemente congelado ( permafrost ), desenvolve-se a tundra ( musgos e líquens ).
            As plantas também se adaptam ao solo, se é raso ou profundo, se é fertil ou não. Assim, em solos de baixa fertilidade, por exemplo, formam-se os campos e os cerrados.

quinta-feira, 15 de março de 2018

CONHECENDO A HISTÓRIA DE DAVI E GOLIAS

(Imagem do Google)


Geraldo Victorino de França (Voinho)

             Davi e Golias são personagens bíblicos. Davi era inicialmente um escudeiro do rei Saul, que tocava harpa. Golias era um gigante filisteu, com quase 3 metros de altura, integrante da tropa que lutava contra os israelitas.
             Golias lançou um desafio, para que um israelita se apresentasse para lutar com ele, em combate individual, para decidir o resultado da guerra. Seu desafio durou 40 dias, pois no exército de Israel nenhum soldado se sentia capacitado a lutar com Golias, que se vangloriava.
             Quando Davi soube do que estava  acontecendo, ficou indignado e aceitou o desafio. Davi foi ao encontro de Golias armado apenas de uma funda e algumas pedras, enquanto  Golias, além de muito maior, estava armado com espada e escudo. Mas Davi, muito ágil, atirou-lhe uma pedra com a funda, que penetrou na testa de Golias, que caiu no chão. Rapidamente, Davi se apossou da espada de Golias e cortou-lhe a cabeça.
                Como recompensa, Davi ganhou o direito de casar com a filha de Saul. Depois  da morte deste, Davi tornou-se rei de Israel.


terça-feira, 6 de março de 2018

CONHECENDO AS MIRAGENS



Geraldo Victorino de França (Voinho)

                 Miragem é uma ilusão de óptica provocada pela refração da luz, que se manifesta quando diferenças bruscas de temperatura e, consequentemente, de densidade, ocorrem entre finas camadas de ar imediatamente acima do solo. Isso provoca a inclinação ou refração da luz ao passar de uma camada para outra, fazendo com que o observador veja superfícies líquidas que, realmente, não existe; ou imagens invertidas ou de    tamanho exagerado; ou ainda distorcidas, de objetos distantes.
                 O fenômeno da miragem é mais comum nos desertos de areia, nos dias claros de verão, quando a superfície do areal se encontra fortemente aquecida.
As visões aparecem abaixo do nível dos olhos do observador; e se distanciam à medida que o observador caminha em sua direção. Algumas vezes a miragem faz  surgir imagens invertidas, como se fossem refletidas num espelho horizontal ao nivel do solo.
                 Outro tipo de miragem é o que se observa  quando o sol está perto do horizonte: os raios de luz  que chegam ao observador dobram-se para baixo ao  passar por várias camadas de ar de densidade cada vez maior. Assim, o sol torna-se visivel mesmo depois  de haver se ocultado, fazendo com que o astro seja visto sob a forma oval ou achatada, ao invés de circular.
              Também ocorrem miragens no mar, onde barcos e massas de gelo se refletem sobre a superfície das águas

sábado, 17 de fevereiro de 2018

CONHECENDO A HISTÓRIA DE SANSÃO


Geraldo Victorino de França (Voinho)

                 Sansão é um personagem bíblico, juiz dos hebreus, célebre por sua força prodigiosa e pelas lutas que empreendeu contra os filisteus, povo vizinho aos israelitas.
                 Na descrição dos feitos de Sansão, são evidentes as semelhanças entre a sua história e a do herói greco-romano Hércules.
                 Segundo a lenda, antes do seu nascimento apareceu um anjo à sua mãe que o filho guardaria o voto dos nazarenos, jamais cortaria os cabelos, não  beberia vinho, nem comeria alimentos impuros.
                Suas aventuras começam na juventude, quando matou um leão usando apenas as mãos. Ao alcançar  a maioridade desposou uma jovem filistéia, que o traiu casando-se com outro homem. Sansão vingou-se atando archotes acesos à cauda de raposas e soltando-as em meio às searas dos filisteus. Estes chamaram os  hebreus e exigiram-lhes que entregassem Sansão. Preso, rompeu as cordas que o amarravam e, armado de uma queixada de burro, matou cerca de 1.000 filisteus. Mais tarde, novamente preso na cidade de Gaia, conseguiu escapar arrancando as portas da cidade.

                Apaixonado por Dalila, contou-lhe o segredo de sua extraordinária força, que residia nos seus  longos cabelos. Foi por ela traído, que lhe cortou os cabelos enquanto dormia e o entregou aos inimigos. Mais tarde, quando o cabelo cresceu e Sansão recuperou a força, derrubou as colunas do templo de Dagon,  durante uma cerimônia religiosa.  

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

CONHECENDO OS PINHEIROS

Coníferas do Canadá




Geraldo Victorino de França (Voinho)

                 Pinheiro é a denominação genérica dada às árvores coníferas , pertencentes à família Pináceas. Os pinheiros verdadeiros pertencem ao gênero Pinus, compreendendo cerca de 90 espécies, apresentando folhas aciculifoliadas ( em forma de agulhas ) e frutos do tipo cone ( pinha ), contendo várias sementes ( pinhões ).
                 Diversos pinheiros são cultivados como plantas ornamentais, bem como para a produção de madeira, resina ( terebentina ) ou polpa para a fabricação de  papel.
                 Numa plantação florestal de pinheiros, geralmente são feitos cortes sucessivos, iniciados entre 7 e 8 anos, até o corte final para madeira.
                 No Brasil, denomina-se pinheiro-do-Paraná uma outra conífera, pertencente ao gênero Araucaria. Nativo da região sul do Brasil, o pinheiro-do-Paraná é muito cultivado por causa da sua excelente madeira.
                 No Chile ocorre outra espécie de pinheiro do gênero Araucaria, porém pertencente a outra espécie - Araucaria imbricata, enquanto que o pinheiro brasileiro pertence à espécie Araucaria angustifólia.

                Quanto ao rendimento, o pinheiro brasileiro fornece em média, aos 15 anos, cerca de 400 m3 de polpa para celulose e, aos 30 anos, ao redor de 800 m3 de madeira para serraria.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO