"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 17 de abril de 2010

A Civilização do Egito Antigo

CONHECENDO A CIVILIZAÇÃO DO EGITO ANTIGO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

O povo do antigo Egito resultou da fusão de vários grupos de origem africana e asiática, que se estabeleceram no vale do Rio Nilo. Era um povo de lavradores, que praticavam agricultura irrigada.
A história desse povo foi conhecida após a decifração, em 1.821, da escrita hieroglífica pelo sábio francês Champollion, que trouxe à luz mais de 3.000 anos de história da humanidade.
O período histórico começa no Egito por volta do ano 3.000 a.C. Os primeiros clãs se haviam transformado em províncias, elevando-se os seus chefes à dignidade real. Mais tarde, as províncias agruparam-se em dois grandes reinos: o do norte, cujo primeiro semi-deus foi Horus; e o do sul, com Set como primeiro semi-deus. Segundo a tradição, no ano 3.300 a.C. , o reino do sul venceu a luta contra o do norte, sendo Menés, personagem lendário, apontado como o unificador do Egito e primeiro faraó. Seguem-se as dinastias dos vários faraós, até o ano 30 a.C., quando o Egito se tornou uma província romana.
A arte egípcia construiu a esfinge de Gizé e as pirâmides de Quéops, Quifren e Miquerinos. A grande pirâmide de Quéops e o farol de Alexandria foram incluídos entre as sete maravilhas do mundo antigo.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget