"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 20 de abril de 2010

A Lenda de Helena e o Cavalo de Tróia

CONHECENDO A LENDA DE HELENA
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Helena é personagem da mitologia grega, filha de Zeus e Leda, mulher de Tíndaro, rei de Esparta, irmã de Castor e Pólux.
Considerada a mulher mais bonita daGrécia, foi a causa da Guerra de Tróia, entre gregos e troianos.
Quando menina, foi raptada por Teseu, mas libertada por seus irmãos. Casou-se com Menelau, rei de Esparta, a quem abandonou para fugir com Páris, filho de Príamo,rei de Tróia. Os principais chefes gregos, solidários com Menelau, organizaram uma expedição punitiva contra Tróia, que originou uma guerra que durou mais de 10 anos.
Após a morte de Páris, Helena casou-se com seu cunhado Délfobos, a quem traia quando da queda de Tróia, entregando-se a Menelau. Helena voltou para Menelau e juntos viajaram para Esparta, onde viveram até a morte. Segundo outra versão, Helena sobreviveu ao
marido, sendo expulsa da cidade pelos enteados. Fugiu para Rodes, onde foi enforcada por sua antiga amiga Polixo, que perdera o marido na Guerra de Tróia.

Um comentário:

Richard Mathenhauer disse...

E pensar que hoje se retirou toda beleza do mito por meio destas pragas virtuais que são os Cavalos de Tróia modernos, que adentram nossos computadores, roubam-nos e destroem nossos arquivos!
Oh, tempora, oh mores!

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget