"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 19 de setembro de 2010

Conhecendo o Solo

CONHECENDO O SOLO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Solo é um corpo natural desenvolvido na porção superior do regolito ou manto de intemperismo. Se a rocha subjacente está próxima da superfície, o solo corresponde a todo o regolito.
A conceituação de solo não é fácil, ficando na dependência do ponto de vista considerado, que pode ser: físico, químico, biológico, pedológico.
Do ponto de vista físico, solo é um corpo sólido, poroso e trifásico. Seu volume se distribui quase quase igualmente entre matéria sólida e poros. Além da fase sólida, o solo contém uma fase líquida ( água ) e uma fase gasosa ( ar ). A fase sólida consta de partículas minerais originadas do intemperismo das rochas, as quais podem se apresentar na forma de grãos simples ( areia, seixos ) ou reunidas em agregados ( argilas ). Os poros compreendem: a ) macroporos, ocupados pelo ar ; b ) microporos, que retêm a água, ou melhor, a solução do solo.
Do ponto de vista químico, solo é uma associação de: a) minerais primários - remanescentes da rocha que lhes deu origem; b ) minerais secundários - formados no solo. Os primeiros compõem principalmente a fração areia; e os segundos, a fração argila. À parte mineral acrescentam-se proporções variáveis de matéria
orgânica, constituída por restos vegetais e animais em diferentes graus de decomposição. A
fração argila tem propriedades coloidais, sendo a sede de uma infinidade de reações químicas.
Do ponto de vista biológico, solo é o ambiente para o desenvolvimento das raízes, permitindo a fixação das plantas e a absorção de água e nutrientes minerais, necessários á nutrição das plantas.
Do ponto de vista pedológico, solos são corpos naturais diferenciados em camadas ou horizontes apresentando propriedades diferentes no tocante a: espessura, cor, textura, fertilidade, etc., disso resultando diferentes capacidades de uso agrícola.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget