"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 21 de agosto de 2011

CONHECENDO OS MARES


Geraldo Victorino de França ( Voinho)

Mares são massas de água salgada situadas em depressões mais ou menos isoladas, adjacentes às terras emersas dos continentes. Em geral, são mais rasos que os oceanos e, em virtude de seu relativo isolamento, apresentam propriedades físicas, químicas e biológicas diferentes das dos oceanos e mesmo entre si.
Lagos muito grandes, situados no interior dos continentes são frequentemente chamados de mares, especialmente se contêm água salgada, como os mares Cáspio e Morto.
Os mares podem ser classificados em 3 grupos: a) mares abertos ou costeiros; b) mares mediterrâneos ou continentais; c) mares fechados ou isolados.
Os mares abertos comunicam-se com os oceanos por amplas aberturas, como por exemplo os mares das Antilhas, Amarelo e Arábico.
Os mares mediterrâneos comunicam-se com os oceanos por passagens estreitas, como por exemplo os mares Mediterrâneo, Báltico e Vermelho.
Os mares fechados não dispõem de nenhuma comunicação com os oceanos, não passando de verdadeiros lagos de água salgada, como por exemplo os mares Cáspio, Morto e Aral. Às vezes encontram-se abaixo do nível dos oceanos: Cáspio ( -26 m ), Morto ( -394 m ). Quando evaporam mais água do que recebem, estão condenados a desaparecer.
Em geral os mares apresentam diferenças de profundidade, de temperatura, de salinidade, etc. O mar Báltico, por exemplo, apresenta 10 milésimos de sais, enquanto o mar Morto apresenta 200 milésimos, contra 35 milésimos, em média, na água dos oceanos.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget