"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 22 de outubro de 2011

CURIOSIDADES DO REINO ANIMAL - 5



Geraldo Victorino de França ( Voinho)

a) As corujas são aves de rapina noturnas, com cabeça grande, redonda e chata; bico curto, curvo e forte. Há mais de uma centena de espécies no mundo, das quais cerca de 30 são encontradas no Brasil. Alimentam-se exclusivamente de pequenos animais vivos (ratos, insetos, lagartixas, etc. ). Popularmente, são tidas como aves de mau agouro.
b) Os sapos são animais anuros ( sem cauda ), anfíbios ( vivem na água e na terra ) e insetívoros ( comem insetos ). Possuem pele rugosa, com várias glândulas contendo veneno, porém, não têm órgão inoculador. Se algum animal ( como o cão ) morder um sapo, sua boca espuma abundantemente, podendo até morrer. Por isso, o veneno de sapo era usado pelos índios na ponta de suas flechas.
c) Lagartixa é a denominação geral dos pequenos répteis da família dos Geconídeos de cabeça grande em relação ao corpo, dedos dilatados com função de ventosas, permitindo que subam em paredes. Costumam aparecer à noite, freqüentemente junto aos focos de luz, a fim de caçar insetos. Quando perseguidas, soltam a cauda para iludir o perseguidor, sendo
que, posteriormente, a cauda se regenera.
d) O camelo é um mamífero ruminante, adaptado à vida no deserto. Tem no dorso duas corcovas ( camelo propriamente dito ) ou uma corcova ( dromedário ), as quais são verdadeiros depósitos de gordura, da qual o animal se nutre quando não encontra alimento. Em seu estômago existem pequenas cavidades onde a água é armazenada, o que lhe permite
passar vários dias sem beber água.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget