"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 19 de outubro de 2013

CONHECENDO A FAUNA DA AMÉRICA DO NORTE


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              A distribuição da fauna se correlaciona com os tipos de clima e de vegetação, ou seja, com os ecossistemas.
              Na zona Ártica da América do Norte, onde ocorre a tundra - tipo de vegetação constituída apenas por musgos, liquens e pequenas  plantas herbáceas, encontram-se poucas espécies animais, com destaque para: urso polar, boi-almiscarado, caribu, rena e raposa ártica,  além de outros pequenos animais como: lontra, castor, lemingue, etc.
               Na taiga ou floresta de coníferas, que ocorre em parte do Alaska, norte do Canadá  e sul da Groenlândia, vivem animais como: alce, urso negro, castor, esquilo, lobo, raposa, etc.
            Na parte central do continente, onde predominam as pradarias, encontram-se: bisão, coióte, antílope, puma, cascavel, roedores, etc. Quando o homem utiliza as pradarias como pastagens naturais, geralmente ele substitui os herbívoros nativos por espécies domésticas, como bovinos carneiros e cabras,
                Nos desertos do oeste norte-americano e do norte do México, encontram-se principalmente: roedores, cobras e lagartos.
                Nas Montanhas Rochosas vivem: águia, urso cinzento, puma, lince, etc.
                Nas florestas tropicais da América Central encontram-se: anta, tamanduá, macacos, répteis, etc.
                 Nos rios, lagos e pântanos encontram-se: aligator, tartaruga, salmão, truta, etc.
                 Finalmente, no litoral e mares continentais encontram-se: baleia, lontra-marinha,

morsa, leão-marinho, pelicano, flamingo, bacalhau, barracuda, arenque, peixe-espada, tartaruga-marinha, camarão, caranguejo, etc.  

Um comentário:

Anônimo disse...

Obrigada Ajuadou Muito.. Adorei o Blog

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget