"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

CONHECENDO AS GALÁXIAS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Galáxias são sistemas espaciais formados por bilhões de estrelas, unidas gravitacionalmente, geralmente associadas a grandes quantidades de gases e poeira cósmica. Observações feitas por meio de poderosos telescópios revelaram a existência de cerca de 1 bilhão de galáxias embora apenas outras três, além da nossa galáxia - a Via-Láctea, poderem ser vistas a olho nu.
               As galáxias podem ser classificadas em três grupos: elípticas, espirais e irregulares. As galáxias elípticas variam de esféricas a achatadas. A galáxia que inclui a constelação de Andrômeda é um exemplo de galáxia esférica.
               As mais comuns são as galáxias espirais, que apresentam um núcleo mais denso,envolvido por braços com abertura variável, nos quais se encontram aglomerados de estrelas.
Associada a tais aglomerados existe grande quantidade de poeira cósmica e gases, principalmente hidrogênio. A Via-Láctea, que contém o sistema solar, é um exemplo de galáxia espiral.
                 As galáxias irregulares são aquelas cuja forma não é elíptica nem espiralada; e são mais ricas em nuvens de gases e poeira.
                  As galáxias se distribuem no universo de maneira mais ou menos uniforme, com
tendência `a formação de aglomerados. Assim, por exemplo, a nossa galáxia, a grande galáxia de Andrômeda e as galáxias irregulares conhecidas como " Nuvens de Magalhães", constituem um aglomerado contido numa enorme região

com cerca de 1 milhão de anos-luz de diâmetro.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget