"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 6 de junho de 2014

CONHECENDO OS VERMES


Geraldo Victorino de França (Voinho)
 
              Verme é o nome dado a animais de corpo mole e alongado, desprovidos de patas ou incapazes de levantar-se sobre suas patas.
              Três ramos de Invertebrados são constituídos unicamente por vermes: a) Anelídeos ou vermes anelados; b) Platielmintos ou vermes achatados; c) Nematelmintos ou vermes redondos
               A. Anelídeos. Animais invertebrados de corpo alongado, dividido em anéis ou segmentos semelhantes. Cada segmento é portador de cerdas, mais desenvolvidas nas espécies marinhas do que nas espécies terrestres.  As  sanguessugas, desprovidas de cerdas, possuem um par de ventosas localizadas em cada extremidade do corpo.
               O ramo Anelídeos possui 4 classes: a) Arquianelídeos, de pequeno porte, cerdas geralmente ausentes, de vida marinha; b) Poliquetas, com cabeça provida de tentáculos, corpo com numerosos segmentos providos de numerosas cerdas, predominantemente marinhos; c) Oligoquetas, sem cabeça, poucas cerdas por segmento, hermafroditas, encontrados principalmente  em água doce ( rios e lagos ) ou no solo; d) Hirudíneos, com corpo deprimido, ventosas  terminais, sem tentáculos, de vida aquática e terrestre.
             As minhocas, do grupo Oligoquetas, desempenham papel importante na reciclagem de nutrientes de planta, no solo.
              B. Platielmintos. Animais de corpo alongado e chato, frequentemente parasitasde outros organismos, inclusive do homem. Comprendem 4 classes: a) Tubelárias ( planária ); b) Trematódeos ( fascíola, esquietossomo ); c) Cestódeos ( tênias ); d) Nemertinos ( líneo ).
             Na maioria os Platielmintos são hermafroditas, como as tênias; porém, alguns grupos têm os sexos separados, como os esquistossomos.
             C. Nematelmintos. Animais invertebrados de corpo alongado, redondo e não segmentado, geralmente parasitas. Compreendem numerosas famílias parasitárias, como por exemplo: áscaride ( lombriga ), oxiúro, ancilóstomo, necator, nematóide, filária, etc. São de grande importância para a Parasitologia ( estudo dos

parasitas ).

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget