"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

CONHECENDO O EUCALIPTO


Geraldo Victorino de França (Voinho)

               Eucalipto é o nome de uma árvore nativa da Austrália, introduzida com sucesso em quase todos os países do mundo, incluindo o Brasil.Pertence ao gênero Eucalyptus, da família das Mirtáceas, contando com mais de 700 espécies e variedades. Caracteriza-se por seu tronco reto e alto e pelas folhas estreitas e compridas.
               Na Austrália, o eucalipto forma extensas  florestas com grandes troncos, chegando a atingir 100 m de altura. No Brasil, as espécies que melhor se adaptaram foram: E. alba, E. saligna, E. citriodora, E. tereticornis e E. robusta, que servem para diferentes finalidades.
               As plantações são formadas por meio de mudas, preparadas em viveiro e plantadas no espaçamento de 2mx2m. Aos 7 anos é feito o primeiro corte para lenha; aos 14-15 anos é feito o segundo corte; e aos 25 anos é feito o corte final para madeira.
               Por seu rápido crescimento e alto porte, o eucalipto é muito empregado para formar quebra-ventose na arborização urbana. Também são usados para postes e mourões de cercas.
               Das folhas do eucalipto se extrai, por destilação aquosa, um óleo volátil, chamado eucaliptol, empregado e perfumaria e cosméticos.

                Usinas siderúrgicas e indústrias de papel procuram garantir o suprimento de matéria-prima  realizando grandes reflorestamentos com eucalipto.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget