"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 14 de abril de 2010

História dos Faraós

CONHECENDO A HISTÓRIA DOS FARAÓS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Faraó é a designação habitual do rei do Egito antigo. O termo deriva de uma palavra egípcia que quer dizer " casa grande", antiga denominação do palácio real que, gradualmente, passou a designar o próprio rei.
O faraó era considerado um deus, filho de Rá ( deus do Sol ), que governava em terra e agia como um intermediário entre os deuses e os homens. Possuía imenso poder como líder religioso, civil e militar no país. Podia delegar poderes a sacerdotes e funcionários de sua livre escolha. Os filhos e filhas dos faraós casavam entre si, a fim de impedir a degradação do sangue divino.
Os faraós ampliaram imensamente o poder e o território egípcio. Tutmés I conquistou grande parte da Núbia e lutou em campanhas até o rio Eufrates. Tutmés III derrotou o poderoso exército de Mitanni e ampliou o domínio egípcio na África. Aknaton ou Amenotep IV é uma das mais fascinantes personagens da história egípcia, criando o culto único de Aton, o Sol, como fonte de vida e amor. Daí seu próprio nome Aknaton. Tudo indica que os belos hinosdo culto de Aton são de sua autoria.
Ramsés II, filho de Seti I e neto de Ramsés I, foi o mais famoso de todos os faraós. Sustentou longa luta contra os hititas, aos quais disputava a Síria, destacando-se nessa campanha a batalha de Kadesh, onde a atuação pessoal e direta do soberano impediu a derrota. Fez um Tratado de Paz e Aliança com os hititas e, pouco depois,
uma princesa hitita entrava, como esposa, no harém do faraó.
O maior legado dos faraós são suas construções em Carnac, Tebas e Heliópolis, destacando-se o Ramessum de Tebas e o templo de Carnac.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget