"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 28 de abril de 2010

A Lenda de Esculápio

CONHECENDO A LENDA DE ESCULÁPIO
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Os romanos chamaram Esculápio a Asclípio, deus grego da medicina. Na mitologia grega, aparece como filho de Apolo e da ninfa Coronis. Existem muitas versões para o seu nascimento, mas a mais importante , a narrada por Píndaro, é que Apolo ficou sabendo que Coronis o havia traído e decidiu matá-la.
Apolo colocou Coronis numa pira e, enquanto ela ardia em chamas, retirou Esculápio do ventre de sua mãe. Depois Apolo o levou para os cuidados do centauro Quiron, com quem aprendeu sobre curativos e poções. Ele foi considerado o deus romano da medicina, cujo culto foi introduzido em Roma em 291a.C. Sua fama se espalhou devido às extraordinárias curas que realizou, chegando-se a atribuir-lhe o poder de ressuscitar mortos.
Esculápio foi fulminado por um raio enviado por Zeus, a pedido do seu irmão Hades, deus dos mortos, porque o seu reino estava ficando despovoado. Após a sua morte, foi transformado em uma constelação.
Há muitos templos erguidos em sua homenagem, tanto na Grécia como em Roma.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget