"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 3 de julho de 2010

Conhecendo o Bicho-da-seda

CONHECENDO O BICHO-DA-SEDA
Geraldo Victorino de França (Voinho)

O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa chamada "Bombix mori". O fio por ela segregado para formar o casulo é a seda natural.O nome bicho-da-sêda também se aplica ao inseto adulto.
A criação do bicho-da-seda, que recebe o nome de Sericicultura, é feita em instalação apropriada, chamada "sirgaria", a partir de ovos fornecidos por instituto de sementagem ( instituto produtor de ovos ). A alimentação das larvas é feita exclusivamente com folhas de amoreira. Uma área de 10 hectares plantada com amoreiras e um rancho ( sirgaria ) de 60mx7m são necessários para uma criação obtida a partir de 200 gramas de ovos.
O número médio de ovos por grama varia de 1.300 a 2.300, dependendo da raça. As larvas, também conhecidas lagartas ou sirgos,atingem 80 a 100 mm de comprimento na fase final de desenvolvimento. Sofrem 4 mudas de pele ( chamadas de sonos ) e, portanto, passam por 5 estágios ( chamados de idades ). Quando está na fase ativa ou idade, a lagarta come vorazmente; e quando está na fase inativa ou sono, não se alimenta. Terminada a quinta idade, a lagarta começa a fiar o casulo.
O trabalho de fiação demora cerca de 3 dias; depois, tem início a transformação em crisálida. A metamorfose da crisálida dura cerca de 3 semanas; depois o casulo se rompe, saindo a mariposa. No caso da produção de seda, a crisálida é morta dentro do casulo, com água fervente.
Portanto, a produção da seda envolve três tipos de atividade: a) agrícola - cultura da
amoreira, cujas folhas servem de alimento para o bicho-da-seda; b) zootécnica - criação propriamente dita do bicho-da-seda; c) industrial - bobinagem, isto é, enrolamento dos fios de seda.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget