"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Conhecendo os Minerais


CONHECENDO OS MINERAIS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Mineral é toda substância natural, de origem inorgânica, que apresenta estrutura cristalina, na qual os íons constituintes estão arranjados de maneira regular e sistemática. Os minerais estão amplamente distribuídos na crosta terrestre, fazendo parte das rochas (minerais primários), bem como do regolito e do solo (minerais secundários ). O estudo dos minerais cabe à Mineralogia.
As substâncias naturais resultantes de atividade biológica não se incluem entre os minerais, podendo ser citados como exemplos a pérola, o carvão e o marfim.
Os minerais que se encontram nas rochas são chamados minerais primários, sendo os mais comuns: quartzo, feldspatos, micas, anfibólios, piroxênios, magnetita e ilmenita.
Os minerais que se encontram no regolito e no solo podem ser: a) minerais primários, herdados das rochas; b) minerais secundários, formados pela ação do intemperismo sobre os minerais das rochas, dentre os quais se des-tacam: argilas ( caulinita, ilita, montmorilonita, etc. ), óxidos e hidróxidos de ferro e de alumínio ( hematita, gibsita, etc. ).
Consideram-se minerais úteis aqueles que são utilizados pelo homem, para várias finalidades. Assim, tem-se:
a) Minerais de interesse gemológico, conhecidos como pedras preciosas ou gemas: diamante, rubi, safira, esmeralda, etc.
b) Minerais ornamentais: mármore, ágata, alabastro, etc.
c) Abrasivos: diamante, corindon, esmeril, etc.
d) Cerâmica, vidro, esmalte: argilas, quartzo, nefelina, fluorita, etc.
e) Fertilizantes: apatita (fósforo), silvita ( potássio), salitre do Chile (nitrogênio ), etc.
f) Minérios de metais: bauxita (alumínio), galena (chumbo), magnetita e ilmenita (ferro), cassiterita (estanho ), etc.

Um comentário:

Anônimo disse...

Voinho:


Já reparou como os minerais são tão lindos e de cores inebriantes, penso em escrever um intenso conto usando esmeraldas, topázios, hematitas, safiras e os mistérios que envolvem os minerais que trazem um brilho especial. Vou aproveitar as explicações e usar o material em meu continho. Adoro suas explicações. Carmen Pilotto

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget