"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Conhecendo a Lenda das Amazonas

CONHECENDO A LENDA DAS AMAZONAS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Segundo a mitologia grega, as Amazonas eram um grupo de mulheres guerreiras que habitavam o Cáucaso, vivendo nas margens do mar Negro. A palavra " amazonas " é de origem grega e significa "sem seios". As amazonas atacavam as aldeias próximas, uma vez a cada ano, e procriavam com os homens dessas aldeias. Quando nasciam as crianças, elas devolviam os machos e ficavam com as meninas, que criavam como guerreiras. Dizem que queimavam o seio direito de suas filhas para facilitar o manejo do arco, daí o seu nome.
Construíram o templo de Éfeso e adoravam a deusa Ártemis. Fundaram várias cidades, entre as quais a mais famosa era Éfeso, na Ásia Menor. Lutaram contra os gregos na Guerra de Tróia, e Aquiles matou uma de suas rainhas, Tentesilea.
Quando Hércules, ao realizar um de seus doze trabalhos, arrebatou o cinturão da rainha Hipólita e sua irmã Antíope foi raptada por Teseu, as amazonas, em represália, invadiram Atenas, mas o seu exército foi aniquilado.
Em geral, são representadas à cavalo, armadas de arco e lança, ou com machadinha de combate e escudo.
Essa lenda clássica recebeu novo alento quando Orellana, ao descer pela primeira vez o rio Amazonas, relatou que combateu com uma tribo de mulheres guerreiras como as amazonas, o que deu origem ao nome do grande rio

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget