"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Conhecendo a luz

CONHECENDO A LUZ
Geraldo Victorino de França (Voinho)

A luz é uma forma de radiação de natureza ondulatória, emitida por uma fonte luminosa, que se propaga no vácuo ou nos meios materiais, em todas as direções. A luz é produzida quando os elétrons de sólidos e gases são excitados às mais altas energias pelo calor ou descarga elétrica e retorna ao seu estado natural: o excesso de energia é então liberado como radiação luminosa, embora nem toda ela necessite estar na faixa visível.
O sol, as estrelas, os raios e relâmpagos, alguns animais, a lâmpada elétrica, a combustão de algumas substâncias e muitos outros corpos fornecem luz, sendo considerados fontes de luz.
A luz se propaga em linha reta, em todas as direções, com alta velocidade. No vácuo, a velocidade da luz é de 300.000 km/seg. A luz viaja em linha reta desde que o meio pelo qual ela se propaga seja homogêneo. Se, no entanto, o meio for heterogêneo, parte dela pode ficar sujeita à reflexão; e a parte remanescente sujeita à refração.
A luz branca, como a do sol, é uma luz complexa ou policromática. Por intermédio de um prisma, pode ser decomposta em certo número de cores, sendo sete as cores principais: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul e violeta (as cores do arco-íris ).
A luz produz, nos olhos humanos e dos animais, a sensação da visão, ou seja, a percepção dos objetos.
A ação da luz sobre a clorofila das plantas verdes ( fotossíntese ) converte o dióxido de carbono do ar atmosférico em compostos orgânicos ( açúcares, amido, proteínas, etc. ).

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget