"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 12 de dezembro de 2010

Conhecndo os Cinco Sentidos -1

CONHECENDO OS CINCO SENTIDOS – 1
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Chama-se sentido cada uma das funções pelas quais os seres humanos e os animais percebem os aspectos externos por intermédio dos órgãos sensoriais. Visão, audição, olfato, paladar e tato são os cinco sentidos.
Os órgãos dos sentidos são receptores especializados , quatro deles localizados na cabeça: a) olhos, cujas células da retina são sensíveis aos raios luminosos, permitindo a visão; b) ouvidos, sensíveis às vibrações sonoras, permitindo a audição; c) nariz, órgão do olfato cuja mucosa nasal é capaz de discernir o aroma de numerosas substâncias presentes no ar que é inspirado; d) língua, órgão do paladar, que distingue os sabores diferentes dos alimentos. O quinto órgão, situado fora da cabeça, é o tato, que percebe o conjunto de sensações por meio da pele e de certas mucosas ao contato com outros objetos.
A. Visão. No homem, a visão compreende quatro funções estreitamente ligadas, mas distintas: formas, distâncias, cores e movimento.
A visão das formas pode ser obtida com um só olho e subsiste com a iluminação reduzida, embora seja mais precisa com boa iluminação.
A visão das distâncias é binocular, isto é, baseia-se na comparação de duas imagens, fornecidas simultaneamente pelo olho direito e pelo olho esquerdo, que são ligeiramente diferentes.
A visão das cores tem por base a leve difusão da luz nos olhos.
A visão do movimento baseia-se na curta persistência das imagens na retina, o que permite ao cérebro comparar as posições sucessivas de um objeto em movimento e notar a diferença.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget