"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 26 de abril de 2011

Conhecendo as cadeias alimentares

Geraldo Victorino de França (Voinho)

Cadeias alimentares são sequências de transferência de matéria e energia provenientes dos alimentos, entre os organismos de um ecossistema. Os organismos podem ser divididos em dois grupos: a) produtores, representados pelas plantas autótrofas, ou seja, providas de clorofila e, portanto, capazes de sintetizar compostos orgânicos a partir da água e sais minerais absorvidos do solo pelas raízes, e do dióxido de carbono do ar atmosférico, assimilado pelas folhas, via fotossíntese; b) consumidores, incluindo os animais e as plantas heterótrofas, isto é, desprovidas de clorofila e, portanto, incapazes de realizar a fotossíntese; por isso, necessitam obter alimentos de outros organismos, quer sejam plantas ( herbívoros ), quer sejam animais ( carnívoros ) , vivos ou mortos. Portanto, os consumidores incluem as plantas parasitas e as saprófitas ( bactérias, fungos ), bem como os animais herbívoros e os carnívoros.
Estes últimos, por sua vez, podem comer ou ser comidos.
Dessa maneira, os consumidores podem ser considerados: primários - herbívoros;
secundários - carnívoros; terciários – carnívoros que comem outros carnívoros, como é o caso dos felinos e das aves de rapina.
A cadeia alimentar mais simples é constituída por dois elos. Exemplo: planta autótrofa e planta parasita. A maior parte das cadeias alimentares possui três elos : planta autótrofa, herbívoro e carnívoro.Cadeias mais complexas envolvem carnívoros que comem outros carnívoros.
As cadeias alimentares marinhas também têm quatro elos: fitoplancton, zooplancton, peixes menores, peixes maiores. Cada transferência acarreta uma perda de substância da ordem de 10 para 1. Assim, 1.000 kg de fitoplancton produz 100 kg de zooplancton e este, 10 kg de peixes menores que, por sua vez, corresponde a 1 kg de peixes maiores.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget