"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 2 de julho de 2011

"Aprendendo com o Voinho vol 3" na Academia Piracicabana de Letras

Voinho entre a filha Ivana, a escritora Marisa Bueloni e a presidente da Academia Piracicabana de Letras, Maria Helena Corazza, durante a sessão em que autografou o livro "Aprendendo com o Voinho vol 3"

Geraldo França (Voinho) com as filhas Maria Graziela , Ivana Maria e a neta Grazielinha
Voinho autografando sua obra

Graziela, Grazielinha e o Voinho


Vista parcial do anfitetaro da Biblioteca Municipal "Ricardo Ferraz de Arruda Pinto"

Voinho com o poeta André Bueno Oliveira

Cassio (genro) e Ivana Negri (filha)com as respectivas melhadas concedidas pela Academia Piracicaba de Letras

Voinho, já com sua medalha, autografa o livro para o confrade, Monsenhor Jamil
Voinho, Marisa Bueloni, Ivana e João Baptista Athayde


Recebendo o livro da Academia e a Medalha do confrade Felisbino de Almeida Leme





Um comentário:

maria jose disse...

Nos tempos atuais, quando as famílias unidas pelo amor, respeito e tradição são minoria, é emocionante ver tamanha união,um exemplo a ser muito elogiado e apladido. A cultura de nosso povo só ganha com isso. Parabéns ao Voinho e a toda sua linda e exemplar família. Meu afetuoso abraço e de minha família.
Maria José Soares

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget