"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 18 de março de 2012

CURIOSIDADES DO REINO VEGETAL

urtiga

Geraldo Victorino de França ( Voinho)

a) Urtiga é o nome vulgar de várias plantas da família Urticáceas que, por vezes, também se aplica, embora erroneamente, a outras plantas que produzem o mesmo efeito urticante. Esse efeito é produzido por toxinas de natureza protéica, inoculadas por pêlos ocos com ponta frágil, que funcionam como espinhos; os quais se localizam nos pecíolos.
b) A seringueira é uma árvore bastante alta originária da Amazônia, atualmente introduzida em outras regiões tropicais. Fazendo-se incisões oblíquas na casca do seu tronco ( sangria ), delas escorre um látex que é recolhido para ser utilizado na fabricação de borracha.
c) O repolho é uma hortaliça cujas folhas se enrolam, formando uma espécie de "cabeça". As folhas do repolho são de cor verde ou roxa, sendo consumidas como salada ou cozidas.
d) A figueira-branca é uma árvore nativa da Mata Atlântica. No estágio inicial, muitas delas desenvolvem-se sobre outras árvores, como epífitas, emitindo raízes adventícias que descem para o solo. Crescendo, tornam-se árvores lenhosas, envolvendo a planta-suporte e acabando por estrangulá-las, justificando assim, o nome que lhe é atribuído, de "mata-pau

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget