"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

CONHECENDO O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Desenvolvimento econômico é uma expressão usada em Economia para designar  o crescimento econômico de longa duração e mudanças estruturais de um país, resultantes  da transição de uma sociedade de base tradicionalmente agrária para uma organização industrial moderna. De forma mais abrangente, desenvolvimento inclui os meios de erradicação da pobreza, da elevação da renda e da melhoria das condições e vida da população.
               As diferentes estruturas econômicas levam a uma classificação geral dos países em dois grupos: a) países subdesenvolvidos ou em  desenvolvimento, cuja economia tem como base uma indústria primária, ou seja, a agricultura e a  extração mineral; b) países desenvolvidos, com uma industrialização avançada.
               O principal critério para essa classificação é a renda " per capita ", que se obtém dividindo a renda nacional pelo número de habitantes. Assim, países super-povoados, como a China e a Índia,  têm maior dificuldade para se desenvolverem.
               As principais características do desenvolvimento são: a) aumento da industrialização;  b) diminuição da pobreza; c) elevação das opor-
tunidades de emprego.
               Além da renda " per capita ", outros critérios, de natureza social, foram propostos: a)  esperança de vida; b) mortalidade infantil; c) número de leitos de hospital por habitante; d) porcentagem de alfabetização; e) escolaridade; f) taxa de desemprego, etc.
               Usando somente o critério econômico da renda " per capita ", países como a Venezuela e o Kwaite seriam classificados como desenvolvidos; porém, aplicando os critérios sociais,  constata-se que, realmente, esses países não são desenvolvidos.
              Dentre os países desenvolvidos, alguns são antigos, como a Alemanha, a Inglaterra e a França; outros são relativamente novos, como Estados Unidos, Canadá e Austrália.
              Dentre os países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, alguns são antigos, como Egito, Índia e China; outros são relativamente novos, como Brasil, México e Nigéria.

             Caso interessante é o do Japão, país que apesar de ocupar uma área reduzida, praticamente sem recursos naturais, tem uma economia  altamente desenvolvida, baseada na importação de matérias-primas e exportação de produtos industrializados.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget