"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

CONHECENDO OS ANIMAIS COM BARBATANAS


Geraldo Victorino de França ( Voinho)

                Barbatana ou nadadeira é um órgão externo, adaptado para a locomoção na água,
geralmente constituído por um membro achatado, em forma de paleta. Os animais que  possuem barbatanas têm vida aquática, sendo representados por: peixes, pinguins e cetáceos.
                Os peixes são animais de corpo cilíndrico e alongado que respiram por guelras, sendo a barbatanas os únicos órgãos salientes, que funcionam como remos. Podem ser marinhos ou  de água doce. As barbatanas podem ser ímpares ou pares, sendo estas últimas adaptações  das patas. As nadadeiras ímpares são: dorsal, ventral e caudal. A nadadeira caudal desempenha papel primordial na locomoção dos peixes, ser-
vindo como leme.
                  Os pingüins são aves marinhas, incapazes de voar porque as asas se transformaram em nadadeiras, adaptadas à locomoção  aquática.
                   Os cetáceos são mamíferos adaptados à vida aquática. Têm corpo pisciforme e, apesar de respirarem por pulmões, não podem viver fora d'água. As patas anteriores transformaram-se em nadadeiras e as patas posteriores  estão ausentes. Diferenciam-se dos peixes pela ausência de escamas e de guelras, bem como pela nadadeira caudal que, em vez de ser vertical como nos peixes, é transversal. Incluem: baleias, orcas, golfinhos, cachalotes, etc. que são marinhos; e os botos, que vivem em rios.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget