"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 18 de novembro de 2014

DESFAZENDO A CONFUSÃO


Geraldo Victorino de França (Voinho)

              Alguns nomes de animais causam confusão entre os leigos. Vamos esclarecer as dúvidas de alguns casos.
              a) Jumento, asno, jegue e burro
            Jumento, asno e burro são sinônimos usados para designar o mesmo animal, da espécie " Equus asinus ". Aliás, jegue é um termo regional, usado no Nordeste. São animais geralmente utilizados para o transporte de carga.
              Já o burro e sua fêmea - a mula, são animais híbridos, isto é, resultantes do cruzamento entre jumento e égua ( fêmea do cavalo ). É por isso que o burro e a mula são estéreis, ou seja, não se reproduzem.
                Há ainda outra variação, o bardoto, resultante do cruzamento entre cavalo e jumento, que é pouco produzido por ser inferior  ao burro em tamanho e força.
                b) Tartaruga, cágado e jabuti
             Os três são espécies diferentes de répteis com o corpo protegido por carapaça,que pertencem à ordem dos Quelônios. Os cágados  vivem na água doce ( rios e lagos ) e têm membranas entre os dedos, para facilitar a locomoção na água. Os jabutis não têm tais membranas, possuem dedos curtos e são terrestres. As tartarugas são marinhas e têm patas em forma de nadadeiras.
             c) Lesma, caracol e caramujo
            Os três são Moluscos ( animais de corpo mole ). A lesma é desprovida de concha, enquanto o caracol e o caramujo possuem uma concha que protege o seu corpo. As lesmas são terrestres, muito comuns em hortas e jardins. Há várias espécies de caracol, a maioria terrestre; providos de concha fina, caminham arrastando-se sobre um pé largo e chato, deixando uma trilha de muco. Os caramujos são moluscos aquáticos, de água doce ou salgada, providos de concha espessa. São encontrados comumente nas praias.


Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget