"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quinta-feira, 8 de junho de 2017

CONHECENDO A LENDA DE DÉDALO E ÍCARO


Geraldo Victorino de França (Voinho) 

                 Dédalo e Ícaro são personagens da mitologia grega. Dédalo era um artesão ateniense muito hábil, responsável por várias obras nas áreas de arquitetura e escultura. Tinha um aprendiz chamado Talos, que se mostrou bastante hábil, inventando a serra a partir das mandíbulas de um crocodilo, despertando a ira e a inveja de Dédalo, que o arremessou de cima do telhado matando-o. O crime foi descoberto e Dédalo teve de fugir para a ilha de Creta, onde se apresentou ao rei  Minos como arquiteto e inventor.
                Foi o responsável pela construção do Labirinto, onde foi enclausurado o Minotauro. Mas Dédalo acabou aprisionado dentro dele, juntamente com seu filho Ícaro, por ter ensinado a Ariadne o segredo para escapar do labirinto ( utilizar um fio preso na entrada e que ia se desenrolando à medida que se avançasse para o interior do labirinto ). Ariadne ajudou Perseu  a sair do labirinto, depois de nele penetrar e matar o Minotauro.

                Dédalo fabricou então asas fixadas com cera e ele e seu filho puderam escapar do labirinto; mas Ícaro ignorou as advertências do seu pai e voou em direção ao Sol, que derreteu a cera das asas e o fez cair ao mar e morrer afogado.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget