"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 2 de maio de 2010

Conhecendo o céu

CONHECENDO O CÉU
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Do ponto de vista astronômico, céu é o espaço infinito no qual se encontram os astros. Visto da Terra, o céu parece uma grande abóboda, de cor azul-pálido durante o dia, limitado pelo horizonte. Essa impressão da abóboda celeste resulta, em parte, de três camadas de gases da atmosfera que circundam o planeta e dispersam a luz solar.
Para chegar até nós, a luz do Sol atravessa 180 km de atmosfera terrestre; durante esse trajeto, a luz é refletida pelas partículas do ar. Durante o dia, o céu parece azulado porque a luz, ao passar através dos gases e das partículas de poeira, se espalha mais intensa e rapidamente. Ao amanhecer e entardecer, o céu mostra, à certa altura, uma cor avermelhada. Isto se deve às ondas de maior comprimento ( vermelhas e amarelas ), que passam pela camada espessa da atmosfera, sem sofrer o processo de filtração a que estão sujeitas os raios azuis. Nos dias nublados o céu é escuro porque as nuvens retêm maior quantidade de luz.
Do ponto de vista religioso, céu é o lugar que se acredita ser habitado por Deus, pelos anjos e pelos bem-aventurados.

Um comentário:

luiza gosuen disse...

Bom dia, Dr. Geraldo!! Fiquei encantada com seu blog, com todas as informações e curiosidades , pelo carinho aos animais e pelo incentivo à leitura . Gostei muito de ter recebido o convite pela Ivana e certamente, voltarei para beber nessa fonte, riquíssima de cultura.
Tenha um excelente dia, junto a essa linda família.
Um abraço, Luiza Gosuen
Tenho um blog, caso queira visitar:
http://gosuen.blog.com

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget