"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, 4 filhos, 12 netos e três bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

sábado, 12 de junho de 2010

Aves que não Voam


CONHECENDO AS AVES QUE NÃO VOAM

Geraldo Victorino de França (Voinho)

Existem várias aves que não conseguem voar. Suas asas são demasiado pequenas em relação ao corpo, e não conseguem levantá-lo do solo. O grupo mais importante é constituido pelas ratitas ou aves que não têm quilha no esterno. Esse grupo inclui os avestruzes do Velho Mundo, os casuares da Austrália e os quiwis da Nova Zelandia. Podem ser citados também as emas, perdizes, nhambus, jaós e macucos, encontrados no Brasil. São aves que têm asas diminutas ou atrofiadas.
Os pinguins também não voam, mas porque suas asas transformaram-se em nadadeiras.
Em geral, as aves incapacitadas de voar sabem lutar em terra contra seus inimigos. Algumas, chamadas aves corredoras, são capazes de correr com velocidade suficiente para fugir de seus redadores. O avestruz, por exemplo, chega a atingir a velocidade de 65 km/h.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Alimente os peixinhos clicando na tela - Preserve nossos Rios