"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 11 de junho de 2010

O Equilíbrio da Natureza

CONHECENDO O EQUILÍBRIO DA NATUREZA
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Grupos de plantas e de animais vivem juntos em vários ambientes terrestres ou aquáticos possuindo condições diferentes. O número e as espécies de seres vivos, em cada lugar, tendem a permanecer aproximadamente constantes. A esse fato dá-se o nome de equilíbrio da natureza.
Chama-se comunidade um grupo de plantas e de animais que vivem juntos. As condições naturais que caracterizam determinada área habitada por uma comunidade recebem o nome de habitat. Numa comunidade, toda espécie de planta ou de animal depende de outras espécies.
Diversos fatores controlam o equilíbrio da natureza:
a) clima, determinado pelas temperaturas e chuvas durante o ano;
b) topografia do terreno - as espécies de plantas e de animais que vivem no topo de uma montanha são diferentes das espécies que se desenvolvem no vale;
c) tipo de solo;
d) vegetação dominante - as comunidades de uma floresta são diferentes das de um cerrado;
e) força destruidoras exteriores, que tais como contribuem para perturbar o equilíbrio da natureza, tais como: erosão, fogo, pragas, parasitas, ação do homem, etc.

Um comentário:

Richard Mathenhauer disse...

... que pena que o Homem, por natureza gregário, seja ele tão virulentamente desagregador!

Abraços,

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget