"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Conhecendo os Felinos


CONHECENDO OS FELINOS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Os felinos ou Felídeos constituem uma família de mamíferos carnívoros, da qual fazem parte: gato, leão, tigre, onça, leopardo, lince, etc. Ocorrem em todos os continentes, com exceção da Austrália. Alguns, porém, não ocorrem em todos os continentes, como o leão e o tigre, encontrados na África e Ásia.
São animais de tamanho variado ( desde 30 cm até 3,50 m de comprimento ), musculosos, ágeis, ariscos e de grande flexibilidade de movimentos. Predadores por excelência, possuem unhas ou garras retráteis; seus dentes incisivos são pequenos e pouco especializados, enquanto os molares são longos e cortantes, próprios para dilacerar a carne de suas presas.
Geralmente caçam agachando-se cautelosamente, para em seguida lançarem-se sobre a presa.Têm em geral bom olfato ( faro ), ótima audição e ótima visão.Geralmente descansam durante o dia e caçam à noite.
Os gatos selvagens alimentam-se de animais que caçam, principalmente aves e peixes; não comem carniça. Os gatos domésticos, devido ao convívio com humanos. partilham de seus alimentos e se tornam onívoros.
Não se deve dar aos gatos domésticos peixes com espinhos nem aves com ossos. Embora também se alimentem de ratos que caçam, o melhor é fornecer-lhes ração apropriada.
Já os grandes felinos, como leão, tigre, onça, etc. são tipicamente carnívoros, alimentando-se principalmente de animais herbívoros ou de outros carnívoros.
A maioria dos felinos sobe em árvores, como a onça, o leopardo e o guepardo; outros não sobem, como o leão. Nem todos nadam bem mas dificilmente morrem afogados.
No Brasil, além de várias raças de gato doméstico, encontram-se: gato-do-mato, jaguatirica, onça-pintada , suçuarana ou onça parda.

2 comentários:

Richard Mathenhauer disse...

Ivana,
Aposto que você sentiu grande prazer em transcrever este texto, hein? rs

Abraços para vocês!

Ivana Maria França de Negri disse...

Tem toda a razão, Richard, eu adoro os felinos!!! Mas aguarade que amanhã será a vez dos canídeos!

abrs
Ivana

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget