"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Conhecendo Borboletas e Mariposas


CONHECENDO BORBOLETAS E MARIPOSAS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Borboleta e mariposa são os nomes vulgares dos insetos da ordem Lepidópteros, uma das maiores da classe dos Insetos. O termo borboleta se aplica aos
lepidópteros diurnos; e mariposa, aos noturnos.
As larvas das borboletas não tecem casulos, ao passo que as larvas das mariposas tecem casulos nos quais passam o período ninfal. O bicho-da-seda, por exemplo, é a larva de uma mariposa.
Como regra geral, as borboletas possuem o corpo mais alongado e fino, do que as mariposas. Outra diferença é que o desenho da asa é mais vistoso e colorido e, quando pousam, mantêm as asas juntas, na vertical. Por sua vez, ao pousarem, as mariposas deixam as asas abertas, na horizontal.
As borboletas e mariposas passam por metamorfose completa: do ovo nasce a larva, que posteriormente se transforma em pupa ou crisálida; e esta, por sua vez, dá origem ao inseto adulto.
Seu aparelho bucal é do tipo sugador, alimentando-se de líquidos, como o néctar das flores, areia úmida e frutos fermentados. As larvas do bicho-da-seda se alimentam de folhas de amoreira. Outras lagartas se alimentam de folhas de diversas plantas, inclusive palmeiras.
Existem cerca de 100.000 espécies de borboletas e mariposas. As larvas ou lagartas causam grandes prejuízos às lavouras. Para compensar, os adultos se tornam úteis por favorecerem a polinização das flores, além do bicho-da-seda que fornece a seda natural.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget