"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 13 de novembro de 2010

Conhecendo Lagartos e Lagartixas

CONHECENDO LAGARTOS E LAGARTIXAS
Geraldo Victorino de França (Voinho)

Lagarto é a denominação dada aos répteis Lacertílios da família dos Teídeos. De modo geral, o povo costuma chamar de lagarto qualquer réptil da ordem Lacertílios ou Sáurios, que abrange lagarto propriamente dito ( ou teiú ), varano, iguana, camaleão etc. São animais úteis, porque se alimentam de insetos, mas são perseguidos porque comem também os ovos das galinhas poedeiras.
O teiú, muito comum no Brasil, tem o aspecto de jacaré, podendo atingir até 2 metros de comprimento, incluindo a longa cauda, que corresponde a 2/3 do comprimento total. Tem a peculiaridade de soltar a cauda quando em perigo, a qual depois se regenera. Defende-se de cães, cobras, etc. desferindo violentos golpes com a cauda.
Os Lacertílios pequenos costumam ser chamados de lagartixas, que possuem os dedos dilatados e providos de lamínulas transversais que funcionam como ventosas, permitindo-lhes subir em paredes. Vivem em habitações humanas, escondendo-se de dia e saindo à noite para caçar insetos. Também podem soltar a cauda, que depois se regenera.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget