"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 13 de março de 2011

Conhecendo as geleiras

Geraldo Victorino de França (Voinho)

Geleiras ou glaciares são massas de gelo acumuladas em áreas onde a queda de neve supera o descongelamento. Estão associadas a condições de clima suficientemente frio, do que resulta a distinção: a) geleiras continentais ou de latitude, que ocorrem em regiões próximas aos pólos, embora de altitudes modestas; b) geleiras alpinas ou de altitude, localizadas em regiões montanhosas, independentemente da latitude; c) geleiras marinhas.
As geleiras de latitude geralmente são espessas e de maior amplitude, cobrindo indistintamente montanhas e vales, como na Groenlândia; enquanto as geleiras de altitude são de ocorrência localizada, revestindo as partes mais elevadas das cadeias de montanhas. As geleiras marinhas formam-se no mar, por congelamento de suas águas superficiais, como acontece no Oceano Glacial Ártico. A camada de gelo que se forma, chamada banquisa, tem uma espessura de 3 - 4 metros.
As geleiras cobrem cerca de 10% das terras emersas. As maiores geleiras ocorrem na Antártida e na Groenlândia. Quase toda a Antártida e cerca de 80% da Groenlândia são cobertos por gelo.
Nas regiões tropicais encontram-se geleiras em altitudes superiores a 5.000 metros acima do nível do mar, como na Cordilheira dos Andes.
Em virtude das alternâncias climáticas, o " front " ( frente ) das geleiras ora avança, ora recua, atritando o assoalho rochoso e provocando a chamada erosão glacial - causada pelo gelo deslizante. O material transportado é depositado nas linhas de degelo, formando as " morenas " laterais e frontal.
Nas geleiras em contato com o mar, ocorre a fragmentação de grandes blocos de gelo flutuantes, chamados " icebergs ", que constituem um perigo para a navegação.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget