"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sábado, 28 de janeiro de 2012

-CONHECENDO AS MONTANHAS


Geraldo Victorino de França ( Voinho)

Montanhas são elevações ou saliências do relevo terrestre, de tamanho e amplitude variáveis, que ocorrem isoladas ou agrupadas e que se sobressaem na paisagem. Quando isoladas e de altitudes modestas, recebem diversos nomes: monte, colina, outeiro, morro. Quando estão agrupadas e com altitudes elevadas, constituem uma serra, cadeia de montanhas ou cordilheira. Seus pontos mais altos recebem o nome de picos ou cumes que, ligados formam o espigão, linha de cumeada ou crista. Seus lados formam as vertentes ou encostas que vão terminar, na sua porção inferior, na base ou sopé.
As montanhas resultam da ação de dois tipos de forças: a) internas ou endógenas, que incluem os dobramentos, falhamentos e abalos sísmicos ou terremotos; b) externas ou exógenas, como o vulcanismo e a erosão.
As maiores cadeias de montanhas geralmente se localizam nas regiões onde terremotos e vulcões são freqüentes. Os Alpes, o Himalaia, as montanhas Rochosas e os Andes são relativamente recentes e resultaram da colisão de placas tectônicas, ocorridas nos últimos 25 milhões de anos. Já os montes Urais, os Apalaches e a Serra do Mar resultaram de movimentos tectônicos muito antigos.
Algumas montanhas são de origem vulcânica, como o Mauna Loa, no Hawaí; outras, de menor expressão, resultaram de processos erosivos.
Os picos mais altos do mundo estão localizados na cordilheira do Himalaia, na Ásia Central, destacando-se o pico do Everest, com 8.840 metros de altitude.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget