"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

CONHECENDO AS PLANTAS TÓXICAS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

Toxicidade é a capacidade de um produto (geralmente um composto químico), de manifestar efeitos danosos em organismos. A toxicidade depende da dosagem: geralmente, uma substância tóxica só produz efeitos em altas concentrações. Assim, por exemplo, a cocaína que, em pequenas doses é usada como anestésico, em doses elevadas torna-se tóxica.
Segundo a crendice popular, grande é o número de plantas tóxicas; porém, muitas delas se mostraram inócuas quando submetidas à experimentação. Portanto, vamos relacionar apenas as espécies cuja toxicidade foi comprovada.
Dentre as plantas tóxicas para o gado, podem ser citadas: a) tingui, um arbusto
trepador comum nas regiões secas do País; b) maniçoba, uma árvore também encontrada nas regiões secas do Nordeste Brasileiro; c) erva-de-rato, uma planta sub-arbustiva que ocorre principalmente no leste do País; d) alecrim-de-campinas, árvore muito utilizada na arborização urbana; seus brotos contêm ácido cianídrico.
Dentre as plantas ornamentais que podem causar efeitos tóxicos, principalmente em crianças, podem ser citadas: a) dama-da-noite, um arbusto conhecido por suas flores que exalam perfume à noite; b) comigo-ninguém-pode, cultivada como folhagem; c) espirradeira, arbusto de belas flores, comum em jardins e praças públicas; d) chapéu-de-napoleão, pequena árvore ornamental; etc.
A mamoneira é uma planta cultivada para a produção de óleo, cuja torta residual só serve como adubo, não sendo recomendada para alimentação dos animais devido à sua toxicidade.
Dentre as plantas que possuem espinhos causticantes, destacam-se: a) urtiga,
planta comum na Mata Atlântica; b) cansanção, arbusto comum no sul da Bahia; c) pó-de-mico, uma leguminosa trepadeira; etc.
A coca é um arbusto de cujas folhas se extrai a cocaína, um alcalóide usado em medicina como anestésico. O uso habitual da cocaína torna-se um vício prejudicial à saúde. Também a maconha, uma variedade de cânhamo cujas folhas e flores são empregadas em farmácia como narcótico, pode tornar-se um vício.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget