"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

segunda-feira, 12 de março de 2012

CONHECENDO AS PLANTAS SACARINAS


Geraldo Victorino de França (Voinho)

São chamadas plantas sacarinas as que armazenam sacarose ( açúcar comum ) nos
órgãos de reserva. O açúcar é uma substância doce de grande importância pelo volume de produção e de consumo em todo o mundo, tanto de açúcar " in natura " como sob a forma de produtos industrializados.
A sacarose é encontrada principalmente nos colmos da cana-de-açúcar e na raiz
tuberosa da beterraba, enquanto a glicose é encontrada nos frutos em geral. Para a obtenção
industrial do açúcar ( sacarose ). as matérias-primas mais utilizadas são: a beterraba, na Europa e nos Estados Unidos; e a cana-de-açúcar, concentrada na Índia, Brasil e América Central (Cuba e México ).
A cana-de-açúcar assume grande importância econômica no Brasil, não só pela produção de açúcar, ma s também pelo uso da própria cana e de seus subprodutos na alimentação do gado, pela produção de álcool, de aguardente e de vinagre, além de outros usos, como em industrias químicas e fabricação de papel e celulose.
Os países europeus produzem açúcar de beterraba, porém os custos são mais elevados do que os do açúcar de cana e, por isso, medidas alfandegárias para proteger a sua indústria e comercialização. Assim a maior parte do açúcar produzido no mundo é consumida nos próprios países produtores.
Cultivam-se três tipos de beterraba: a) hortícola; b) forrageira; c) industrial ( produção de açúcar). A Rússia é o maior produtor de açúcar de beterraba, seguida pelos Estados Unidos.
As variedades de cana-de-açúcar dividem-se em dois grupos: a) forrageiras, usadas
na alimentação animal; b) industriais, usadas na fabricação de açúcar. O Brasil é um dos maiores produtores de açúcar de cana, juntamente com Índia e Cuba.

Um comentário:

Anônimo disse...

Obrigado , blog muito interessante.

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget