"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

terça-feira, 2 de outubro de 2012

CONHECENDO OS INSETOS



Geraldo Victorino de França (Voinho)

Os insetos são animais  de pequeno porte, pertencentes ao ramo Artrópodes ( pés articulados ) e à classe Insecta. Constituem o grupo mais numeroso do reino animal, com mais de  700.000 espécies conhecidas.
         Curiosamente, o ciclo vital dos insetos passa por 4 estágios: ovo, larva, ninfa e adulto. As larvas, popularmente chamadas " lagartas ",  comem vorazmente, quer mastigando alimentos vegetais ou animais, quer sugando seiva de plantas ou sangue de animais. Seu tamanho  aumenta rapidamente, de modo que precisam trocar de pele ( 3 a 7 vezes ). No estágio seguinte, as ninfas permanecem em estado de repouso, ocorrendo a transformação em adulto. Após um certo tempo, a pele da ninfa se rompe e surge o inseto adulto.
       Pelo número de patas podem ser chamados hexápodes ( seis pés ); e pelo número de asas podem ser: a) ápteros ( sem asas ), como as formigas; b) dípteros ( duas asas ), como as moscas e borboletas; c) tetrápteros, como  os  besouros.
        O abdome também é dividido em segmentos ( no máximo 11 ), sendo que em algumas
espécies, o último segmento possui um ferrão, como nas abelhas e vespas.
       Muitas pessoas pensam que todos os insetos são prejudiciais, seja como praga das plantas ( saúva, grilo, gafanhoto,etc. ), seja como parasitas de animais ( piolho, pulga, percevejo, etc.). Porém, há muitos insetos que são benéficos, fazendo a polinização das flores ( abelhas, borboletas, etc. ); ou úteis, como abelha ( produtora de mel e cera ) e o bicho-da-seda ( produtor da seda ).

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget