"VOINHO"

Geraldo Victorino de França é engenheiro agrônomo, professor aposentado da Esalq/USP – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Foi casado com a professora Zilda Giordano Victorino de França, tiveram 4 filhos, 12 netos e cinco bisnetas. Os verbetes surgiram como um hobby,enviados pela Internet aos filhos e netos. São curiosidades e notas explicativas sobre temas diversos. Como são assuntos interessantes e educativos, surgiu a ideia de compilá-los num livro. Muitos desses verbetes já foram publicados na Enciclopédia Agrícola Brasileira, editada pela Esalq/USP e também na coluninha PLANETA TERRA que era publicada aos sábados no Jornalzinho, suplemento infantil do JORNAL DE PIRACICABA. Também já colaborou na coluna PECADOS DA LÍNGUA, coordenada por Elisa Pantaleão, veiculada aos sábados no jornal A GAZETA DEPIRACICABA.
É membro da Academia Piracicabana de Letras - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior

“Voinho” é o apelido carinhoso como é chamado pelos netos e bisnetas.

Seguidores

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Geraldo e Zilda ( Voinho e Voinha)

Voinho, neta e bisnetas

Aprendendo com o Voinho

Aprendendo com o Voinho
by Mara Bombo

domingo, 12 de julho de 2015

CONHECENDO OS MAMÍFEROS OVÍPAROS


Geraldo Victorino de França  (Voinho)

                Os cientistas admitem que os mamíferos são o resultado da evolução de um grupo de répteis, há milhões de anos. Esta hipótese é confirmada, em parte, pelos fósseis; e em parte, pela existência de alguns mamíferos que sobrevivem até nossos dias conservando alguns aspectos dos répteis, como os mamíferos ovíparos. da ordem Monotremos. Compreendem três  gêneros, restritos à Austrália: Ornitorrinco, Équidna e Taquiglosso.
                 Esses animais possuem afinidades com os répteis, especialmente no que diz respeito aos ossos do crânio, espinha dorsal e extremidades. Os aparelhos digestivo, reprodutor e excretor abrem-se numa câmara única, chamada cloaca ( daí o nome Monotremos ). Mas a característica mais relevante é a de serem ovíparos, isto é, põem ovos com gema e protegidos pela casca. As fêmeas possuem mamilos pouco diferenciados, com os quais amamentam seus filhotes.
                 O ornitorrinco possui um bico semelhante ao do pato, e patas curtas e palmadas, que o tornam excelente nadador. Alimentam-se basicamente de moluscos.
                O équidna tem focinho longo e estreito, corpo coberto por pelagem espinhosa e pés curtos com dedos providos de unhas fortes e afiladas. Alimentam-se de formigas e térmitas ou cupins.
                O taquiglosso é semelhante ao équidna, mas com o focinho mais curto.

                Os mamíferos atuais, na sua maioria, são vivíparos, isto é, as fêmeas dão à luz filhotes já formados.

Nenhum comentário:

Profª Zilda e Dr. Profº França

Profª Zilda e Dr. Profº França

Esta é a mais nova netinha do Voinho, a Maria Valentina

ORAÇÃO DOS ANIMAIS DA POETISA IVANA M F NEGRI DECLAMADA POR BETTY GOFFMAN NO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

Ocorreu um erro neste gadget